Marinha do Brasil realiza Operação “Férias Seguras” visando à segurança da navegação

Por Cleber Barbosa

Durante o mês de julho, quando o fluxo de embarcações na Amazônia Oriental aumenta significativamente em razão das férias escolares, a Marinha do Brasil, por meio da Capitania Portos do Amapá (CPAP), intensificará as ações de Inspeção Naval e promoverá ações educativas voltadas à salvaguarda da vida humana, segurança da navegação e à prevenção da poluição do meio hídrico.

A Operação, chamada “Férias Seguras”, acontece no mês de julho e prevê especial atenção à prevenção de acidentes com embarcações de passeio (lanchas e moto aquática), além do incidente conhecido pelo nome de “escalpelamento”. Este tipo de acidente atinge, principalmente, crianças do sexo feminino na região amazônica, e, na maioria dos casos, a causa está na falta de cobertura dos eixos propulsores das embarcações de pequeno porte, construídas artesanalmente por ribeirinhos.

No decorrer da Operação, serão empregados 40 militares que utilizarão três embarcações e três viaturas. As atividades de inspeção naval serão desenvolvidas nos principais balneários e terminais de embarque de passageiros dos municípios de Macapá e Santana, no estado do Amapá, e no município de Afuá, pertencente ao estado do Pará, incluindo a fiscalização no período do Festival do Camarão, que neste ano está previsto para ocorrer de 27 a 30 de julho.

No ano passado, as principais infrações detectadas durante as inspeções foram: excesso de passageiro/carga; ausência de documentação; documentação vencida; falta de tripulante habilitado; falta de material de salvatagem ou material vencido; e tripulação com uniforme em desacordo com as normas de segurança.

Ressalta-se que, da mesma maneira que ocorre na condução de veículos automotores, é proibida a ingestão de bebida alcoólica por parte de condutores de embarcação. A CPAP também verificará, durante suas inspeções, o grau de alcoolemia de condutores e tripulantes utilizando etilômetros de posse de suas equipes.

A Marinha do Brasil ressalta a importância da população em participar ativamente nesse esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico, através do Disque Segurança da Navegação: 0800-280-7200, que está disponível 24 horas/dia e sete dias por semana.

Fonte: Blog do Cleber Barbosa

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*