Meia-Noite em Paris – (Midnight in Paris)


Semana passada, assisti (tardiamente) ao filme “Meia-Noite em Paris”. Gostei muito, apesar de alguns o acharem saudosista demais e outros monótono em demasia. Como sou fã do Woody Allen, acredito que o velho gênio do cinema voltou com força total.

O filme é uma declaração de amor à Cidade Luz, como é conhecida a capital francesa. Nele, Gil Pander (Owen Wilson) é um roteirista conceituado em Hollywood, que almeja se tornar um grande escritor.

Às margens do rio Sena, Gil Pander devaneia sobre a “grande arte” e seu amor à Cidade Luz. Apesar de ser um filme inteligente, não enche o saco com intelectualismo chato. Aliás, possui diálogos simples para uma obra que possui muita cultura em suas conversações.

O cara está em Paris ao lado de sua noiva, Inez (Rachel McAdams), aliás, uma idiota fútil que idolatra um babaca erudito (Michael Sheen), amigo dela, que mais parece um pavão egocêntrico. Também na Cidade Luz, estão os pais dela, John (Kurt Fuller) e Helen (Mimi Kennedy), que não escondem a antipatia por Pander.

Após uma viagem no tempo e boas doses de vinho, ele encontra seus ídolos da Literatura e personagens marcantes da Cultura mundial, como Salvador Dali, Pablo Picasso, Cole Porter, F. Scott Fiztgerald e Ernest Hemingway. No filme, Gil anda pelas velhas ruas de Paris, seus locais badalados e frequentados pelas ilustres personalidades dos anos 20.

Entre os papos legais que rolam no filme, Ernest Hemingway diz a Gil Pander: “Não gosto de textos ruins e quando leio escritos melhores que os meus, sinto inveja e não gosto também”. Paidégua! 

Meia-Noite em Paris não chega a ser, com o perdão do gerúndio, brilhante, mas com certeza é irônico (marca registrada de Woody Allen). Nem de longe lembra um enlatado hollywoodiano, nem um romance água com açúcar. Acho que quem gosta de filmes europeus e não assistiu ao longa metragem, vai curtir o filme. Portanto, assista.

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *