Membros do MP-AP participam de Roda de Conversa com Juventude LGBT Norte

Membros do Ministério Público do Amapá (MP-AP) participaram de uma roda de conversa no III Encontro da Juventude LGBT – Norte (III ENJUV LGBT), na tarde sexta-feira (20), no auditório da UEAP. Os promotores de Justiça Alexandre Monteiro e Eduardo Kelson de Pinho, titular da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Macapá e substituto da promotoria de Defesa dos Direitos Constitucionais, respectivamente, acompanhados da assessora técnica da instituição, assistente social Alzira Nogueira, receberam convite para fazer parte da programação realizada em Macapá, pela Rede de Juventude LGBT Lara Fabyan (RDJ/LGBT).

O encontro promoveu oficinas e debates sobre os direitos da juventude e políticas públicas para o segmento, no período de 18 a 22, com participação de representantes dos Estados da Região Norte e dos municípios amapaenses, bem como lideranças e ativistas do movimento LGBT nacional.

Na Roda de Conversa “MP-AP e Juventudes”, os promotores de Justiça adotaram a postura de ouvir um pouco os problemas que afetam esses jovens, em particular, no Estado do Amapá. “É necessário e imprescindível que o Estado, seja executivo, legislativo, judiciário e, prioritariamente o Ministério Público, dialogue mais com a juventude por se constituir um grupo onde se verifica a violação sistemática dos direitos fundamentais”, ressaltou Eduardo Kelson.

As lideranças de juventude LGBT demarcaram muitos problemas como preconceito, discriminação e em termos de acesso a serviços públicos, sendo que os grandes problemas enfrentados que foram relatados estão concentrados em três áreas específicas: saúde, educação e segurança pública, esta última em particular, destacada pelo alto índice de assassinato de jovens no Estado.

“Além de ouvir, o grande desafio neste encontro foi de pensar em conjunto algumas estratégias de como a instituição e esses segmentos de juventude possam estar mais próximos. Sugerimos a essas lideranças que procurem conhecer a Promotoria de Justiça da sua comarca para poder ofertar denúncias e pedir orientação sobre os seus direitos em espaços coletivos”, manifestou Alexandre Monteiro.

Na oportunidade, os promotores de Justiça aproveitaram para convidar todos a participarem da Roda de Conversa com Juventudes que será realizada no próximo dia 4 de maio, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, no Araxá, no horário de 8h às 12h, com inscrições abertas aqui.

O evento é preparatório para o I Encontro Estadual do MP-AP com Movimentos Sociais, previsto para acontecer em setembro.

SERVIÇO:

Gilvana Santos

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *