Mês da Consciência Negra: escolas visitam pontos de referência da cultura afro-amapaense

As comemorações do Dia da Consciência Negra começaram nas escolas municipais nesta quinta-feira, 8, estendendo a data para todo mês, com desenvolvimento de atividades voltadas para o tema. A proposta, oferecida pela Divisão Étnico-Racial da Secretaria Municipal de Educação (Diap/Semed), é permitir a imersão e integração dos alunos da rede municipal de ensino na cultura afro-amapaense por meio de oficinas, brincadeiras e passeios guiados pela história local.

Na quinta, crianças da Escola Eunice das Chagas deram início ao projeto Conhecendo a História Afro Amapaense com uma visita à Fortaleza de São José, aprendendo um pouco sobre a história do local, e também vendo de perto um dos monumentos que integram a história do povo negro amapaense. Nesta sexta, 9, alunos da Escola Goiás visitaram a Escola José Bonifácio, no distrito do Curiaú, onde participaram de oficinas, gincana e rodas de conversa.

No sábado, 10, será a vez da Escola Velho Chico, que fará uma visita à Maloca da Tia Chiquinha, ponto de referência cultural da capital. As atividades seguem até 27 de novembro com excursões educativas e troca de saberes entre escolas.

Assessoria de Comunicação/Semed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *