Meus parabéns, Alessando Nunes! (@alessandonunes)

Com o Côxa, na Banda – 2015

Quem gira a roda da vida nesta segunda-feira (14), é o pai dedicado de três lindas moças e irmão parceiro do Diogo, maluco das antigas e brother deste editor, Alessando Nunes. O popular e considerado da galera, ”Côxa”. Essa figuraça completa 40 janeiros de vida hoje.

Coxa é um doido varrido, no bom sentido, querido por todos. Um cara trabalhador, que alia a boemia e trampo com responsa. Ele é, sobretudo, um homem de bem.

Com o Alessando em 2018

É muito difícil eu encontrar Côxa, mas quando rola, é sempre uma festa. E regada a muita cerveja, papo porreta e boas risadas. E isso aconteceu na última sexta-feira (11), quando tomamos dezenas de litros de chopp e nos divertimos com amigos.

Nem lembro quando, em qual circunstancia ou onde conheci o Alessando Nunes. Só sei que faz tempo e que foi por meio do Bruno Mont’Alverne (Babolha), amigo que temos em comum. A gente bebeu incontáveis cervas no antigo bar que ele tinha com o irmão, na orla de Macapá, o “Mururé”, lá pelas bandas do “Maguila”. Aliás, ali vimos o sol nascer muitas vezes.

Na nossa última “controada”. Foi firme!!

Carismático como poucos, o Côxa é um moleque de 40 anos, dono de uma paideguice e bom humor irradiantes. Sempre com sua malandragem fina, consegue seguir na vida pelos atalhos que os pregos não conseguem enxergar. Dou valor no maluco.

Este pequeno texto é para registrar o apreço, amizade e respeito que nutro por Alessando. Côxa, mano velho, que teu novo ciclo seja ainda mais iluminado, com saúde e sucesso. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário. De resto, “tu saaaabes, patinhas” (risos).

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *