Meus parabéns, Ana Paula Fonte! (aniversário da paulista mais índia que conheço)

Hoje roda o calendário a mãe do lindo Manoel, cantora, corintiana, viajante, andarilha, integrante do bloco Rebordosa, ex punk paulista, boêmia, nerd irônica, apaixonada pela causa indígena e minha amiga, Ana Paula Fonte.

Ana é uma paulistana que ama o Amapá, mais precisamente o município de Oiapoque. A moça é profissional para caramba (trampou por aqui em favor dos índios, para a sorte deles), tem um gênio forte e é muito gente boa. Também possui um humor negro na medida certa.

Profissional competente, doida sagaz, espirituosa, bem resolvida, engraçada e bem humorada. Já tomamos várias cervas juntos e batemos uns papos firmezas que poderiam ser o roteiro de um curta maluca. Ela é uma figura com personalidade e autenticidade.

Conheci a moça há alguns anos, em uma tribo no Oiapoque. Foi antipatia recíproca à primeira vista. Acho que ela não gostava de assessores de comunicação governamentais, já que a Mariléia Maciel, jornalista amiga minha e colega de trabalho na época, disse o mesmo sobre a maluca (risos). Passou um tempo, batemos um papo no bar e virou brodagem. A doida é gente fina!

Não rolou toda a convivência que queria com ela quando a Ana tava aqui no Amapá, mas a gente se gosta muito. Ela é uma daquelas pessoas que cruzam nossa vida e só deixam boas lembranças. Hoje em dia, a querida reside em sua Babilônia natal, Sampa, e vive feliz com os filhotes e marido. Só pra constar, Ana: a gente sente saudades.

Broda, que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos teus amores. E que tua vida seja longa. Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto republicado, mas de coração. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *