Mídia NINJA e democratização da comunicação em debate no Festival Quebramar 2013


Durante as manifestações de junho no Brasil, quando milhares de cidadãos foram às ruas protestar contra a corrupção, falta de investimentos na saúde, educação, aumento da tarifa no transporte público, surge o Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação, mais conhecida como Mídia NINJA. A proposta era evidenciar os fatos aos quatro cantos do país e mundo, com cobertura ao vivo, sem edições, sem mega produções, apenas as ruas repletas de pessoas querendo ser ouvidas.

Junto com os NINJAS, a democratização da mídia tradicional e as inúmeras alternativas de se veicular as informações veem a tona, com debates em todo o mundo. E o Festival Quebramar, traz a discussão ao Amapá, com a participação do cineasta Luiz Arnaldo (PA), o jornalista formado pela Escola de Comunicações e Artes da USP Pedro Alexandre Sanches (SP), o repórter NINJA Filipe Peçanha (RJ) e mediação da jornalista e apresentadora do programa Café com Notícias Ana Girlene (AP).
Antes do debate será exibido o filme O Vento das Palavras com direção de Luiz Arnaldo, que mostra a realidade do povo tojobal, da aldeia La Realidad em Chiapas, no sul do México. La Realidad é uma comunidade zapatista, onde homens e mulheres rejeitam aquilo que parece imutável e constroem um universo onde cabem todos os mundos.

Às 21h, no Centro de Convenções Azevedo Picanço, será a vez do guitarrista Tiago Della Vega, considerado pelo Guinness Book como o mais rápido do mundo, dar um workshow aos amapaenses. Tiago possuí mais de 30 milhões de acessos no canal youtube (14 milhões em seu canal oficial), tornando-o o músico brasileiro instrumentista com maior número de acessos no site e o sétimo em número de acessos no mundo inteiro.

Na quinta-feira, 28, acontece uma reunião aberta na Praça da Bandeira com o repórter NINJA Filipe Peçanha e exibição do documentário produzido pela Mídia NINJA intitulado “Enquanto o trem não passa”, que trata dos impactos e devastação da mineração em terras brasileiras. A reunião inicia às 16h.

A programação do Festival vai até o dia 1º de dezembro e integra literatura, teatro, meio ambiente, esportes radicais, audiovisual e música com apresentação de alguns dos nomes mais respeitados da música brasileira, são eles: Arnaldo Antunes, Krisiun, Emicida, Curumin, Leptospirose, Madame Saatan, Ação Direta, Jaloo, Bruno B.O, Camarones Orquestra Guitarrística, Strobo e Molho Negro.
Além das atrações nacionais, a programação do Quebramar conta também com a participação de 16 bandas locais, em quatro dias consecutivos dedicados a música, reunindo os mais diversificados estilos musicais.
A programação completa do Festival Quebramar está disponível por meio do link www.festivalquebramar.com. 

Patrocinadores

O Quebramar 2013 é apresentado pelo Governo do Estado do Amapá e Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural na seleção de festivais de música. Apoio Locoreggae Promoções e Eventos. Apoio Cultural Prefeitura Municipal de Macapá. Integra o Circuito Amazônico de Festivais Independentes e Rede Brasil de Festivais Independentes. Realização Casa Fora do Eixo Amapá, Casa Fora do Eixo Amazônia e Fora do Eixo.
Serviço:

Terça-feira (26/11)

Abertura
Debate DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA (Encontro MídiaNINJA/PósTV)
Local: CDC Azevedo Picanço
Horário: 19:00

Convidados:
Luiz Arnaldo (PA)
Pedro Alexandre Sanches (SP)
Filipe Peçanha (RJ)
Mediadora: Ana Girlene (AP)

Workshow Tiago Della Vega (RS)
Local: CDC Azevedo Picanço
Horário: 21:00

Exposição Temática: Cirío de Belém – NINJA
Local: CDC Azevedo Picanço

Quinta-feira – (28/11)

Reunião Mídia NINJA
Local: Praça da Bandeira
Horário: 16h

Exibição do documentário “Enquanto o trem não passa”
Local: Praça da Bandeira
Horário: 19h
— 
Assessoria de Comunicação
(96) 8127-8495/ 3225-1281
@karenpimenta_
skype: karenpalafita
Casa Fora do Eixo Amazônia/ Casa Fora do Eixo Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *