Minha preocupação com “brabeza”

É como dizem: “se grito resolvesse, porco não morria”. 
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*