Ministério Público do Amapá promove evento online em homenagens ao Dia das Mães

A presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União e procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Cei, junto com o secretário-geral do MP-AP, promotor de justiça Alexandre Monteiro, participaram na sexta-feira (7), de programação voltada ao Dia das Mães. As homenagens foram feitas por meio de live transmitida por uma sala virtual na plataforma Zoom, seguindo todos os protocolos de segurança estabelecidos, organizada pelo setor de Saúde Ocupacional e Qualidade de Vida da Procuradoria-Geral de Justiça.

A live teve como tema “Os desafios da maternidade em época de coronavírus”, e contou com a participação da psicóloga, Talyta Montes, que fez uma apresentação sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres nesse tempo de pandemia do novo coronavírus. A especialista respondeu às perguntas das mães e demais participantes do evento.

Os subprocuradores-gerais de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais, Nicolau Crispino, e para Assuntos Jurídicos, Clara Banha, acompanharam a transmissão e parabenizaram pelo evento e às mães participantes.

“A mãe tem tripla jornada: o trabalho fora, o trabalho em casa e com o filho. Então a mulher tem essa capacidade de realmente se desdobrar e fazer tudo isso. Parabéns e obrigada pela palestra”, manifestou a decana da instituição, Clara Banha.

A servidora Jessica Laurindo comentou na live que adora ouvir e falar sobre maternidade: “Muito bons os pontos colocados pela Talyta”. Enquanto que o servidor Sérgio Menezes elogiou pela palestra descontraída, parabenizando todas as mulheres e mães.

A PGJ do MP-AP também parabenizou as mães da instituição e manifestou-se sobre a importância de exaltar o dia em homenagem a elas, principalmente em um momento de pandemia.

“Nós recebemos tudo delas: sangue, matéria, existência, essência. Crescemos com elas ali, sempre presentes. Mãe é a segurança, o esteio, o porto-seguro para onde voltamos, mesmo que em memória, não existe afago mais gostoso, comida mais saborosa, cheiro mais penetrante ou voz mais acalentadora do que de nossas mães.”, declarou Ivana Cei.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Addan Vieira
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *