Ministro dos Portos do Brasil visita o Amapá para conhecer a estrutura portuária do Estado

Foto: Márcia do Carmo

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, recepcionou nesta quinta-feira, 2, no Aeroporto Internacional de Macapá, o ministro da Secretaria dos Portos da Presidência (SEP), Leônidas Cristino, que veio acompanhado do chefe de Gabinete, Raul Sá e do diretor de Desenvolvimento do órgão federal, Wilson do Egito. O objetivo da visita foi conhecer a estrutura portuária do Estado, potencialidades, vocação da região e projeções futuras.

A visita atendeu ao pedido do governador, que pediu apoio ao governo federal para checar a real situação do Porto de Santana, a fim de formular ações para desenvolver a área portuária e consequentemente o Estado. Entre as propostas de Camilo Capiberibe está a estadualização da área portuária, com o objetivo de atender as necessidades do Amapá e Brasil.

Após o desembarque na capital amapaense, o governador, acompanhado do senador João Capiberibe, do chefe de Gabinete Civil do Estado, Kelson Vaz e dos secretários de Estado dos Transportes, Sérgio La-Roque e do Planejamento, Juliano Del Castilo Silva, reuniu-se com o ministro e sua comitiva no Palácio do Setentrião.

Durante a reunião, foram debatidos vários pontos ligados ao objetivo do encontro. Entre os temas debatidos estão: possíveis investimentos no Porto de Santana, apoio do governo federal e os gargalos que impedem a melhoria do setor portuário no Estado.

Na ocasião, o gerente de portos e ferrovias da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap), Adeílton Leite, fez uma explanação sobre o crescimento da produção de ferro, escoamento agrícola, importação e exportação, tudo com dados estatísticos, que possibilitou ciência aos presentes sobre a situação do Porto de Santana.

Foto: Márcia do Carmo

Por sua vez, o ministro disse que analisará, juntamente com sua equipe, os dados apresentados. Leônidas Cristino explicou que a presidente Dilma Rousseff já demonstrou que é favorável a estruturação dos portos brasileiros, e que o Amapá está nos planos do governo federal nesse objetivo, que é a melhoria da logística portuária do Brasil.

“O Porto de Santana tem uma importância muito grande para o setor portuário nacional. Já fizemos várias reuniões onde debatemos quais medidas poderão dinamizar e melhorar a condição de operação da área portuária de Santana. Ainda analisaremos qual o melhor caminho para alcançar essa meta”, ponderou o ministro Leônidas Cristino.

O governador enfatizou as ações do Estado em favor da melhoria das atividades do Porto de Santana e agradeceu a boa vontade do ministro. Camilo Capiberibe se mostrou confiante no alinhamento do governo federal com a administração estadual para o desenvolvimento do setor portuário do Amapá.

Camilo Capiberibe disse ainda que investimentos estão sendo feitos por empresários do Mato Grosso e de mineradoras, além de um plano de logísticas que o Estado está licitando para podermos planejar o crescimento do Porto de Santana, apesar de ele não ser administrado pelo governo.

“Nós temos essa preocupação com o nosso setor portuário, pois ele é fundamental para o desenvolvimento do Amapá. A presidente Dilma Rousseff está conduzindo um estudo amplo de toda a rede portuária brasileira. Queremos a estadualização do Porto para realizar investimentos diretos no local, pois temos uma carta de R$ 980 milhões aprovada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pela Assembleia Legislativa do Amapá (AL/AP). Queremos colocar parte desse recurso na infraestrutura do porto de Santana”, conclui o governador.

Camilo Capiberibe acompanhará o ministro e sua equipe em uma visita ao Porto de Santana, marcada para as 10h desta sexta-feira, 3.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*