Missão cumprida: Encontro se encerra e deixa a marca do fortalecimento da Justiça Eleitoral

palmas
Foto: Geová Campos

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) encerrou nesta sexta-feira (17), o Encontro de Direito Eleitoral. O evento, que iniciou ontem, esclareceu o público sobre assuntos pertinentes para as eleições municipais de 2016. Além disso, serviu de interação e fortalecimento dos órgãos fiscalizadores do processo eleitoral.

O seminário esclareceu dúvidas sobre como profissionais de Direito, políticos, pretensos candidatos e membros de agremiações partidárias devem proceder durante o processo eleitoral. Cerca de 300 pessoas prestigiaram a segunda noite do evento. Entre os presentes estavam juízes e promotores eleitorais, advogados, servidores da Justiça Eleitoral, contadores de entidades partidárias e jornalistas.

MinistroElogio do Ministro

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves, um dos palestrantes da noite, destacou a importância do seminário para o desenvolvimento da Justiça Eleitoral.

“Esse encontro foi um intercâmbio de ideias. Além de contribuir para os conhecimentos do público, serviu como aprimoramento da Justiça Eleitoral amapaense”, pontuou.

Missão cumprida, segundo o presidente do TRE-AP

Para o presidente do TRE, Desembargador Carlos Tork, o seminário atingiu seu objetivo, que foi enriquecer os conhecimentos dos interessados nos temas abordados. Além disso, o magistrado gestor da Justiça Eleitoral do Amapá destacou que o encontro fortaleceu não somente o Tribunal, mas as demais instituições envolvidas.

Nessas duas noites, falamos sobre como agir dentro da lei e as consequências dos crimes eleitorais. Esse evento foi muito participativo, abordando temas mais técnicos com especialistas do Direito Eleitoral. Nosso sePresidenteTorkminário foi um sucesso de público e esperamos ter contribuído para o esclarecimento de assuntos que dizem respeito à sociedade”, assinalou o presidente do TRE.

Parceiros

O seminário foi realizado em parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Ministério Público Estadual (MP/AP), Ministério Público Federal (MPF/AP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP).

Elton Tavares – Assessoria de Comunicação e Marketing do TRE-AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *