Morre Quino, criador de Mafalda, aos 88 anos – #RipQuino

Quino em 2014 (Photo by Carlos Alvarez/Getty Images)

Quino, cartunista responsável por animar nossas lições de português com as tirinhas de Mafalda, morreu esta semana aos 88 anos, informou Daniel Divinsky, editor do quadrinista, no Twitter. Por enquanto, não há causas da morte divulgadas.

Joaquín Salvador Lavado – Quino – é criador de Mafalda, a menininha de cabelos escuros e cheias de questionamentos profundos sobre a vida. Os quadrinhos dele foram os mais traduzidos da língua espanhola.

O cartunista é argentino. Nasceu em 1932 em Mendoza. Perdeu os pais ainda adolescente, e começou a trabalhar com desenhos e animações em Buenos Aires. Mafalda veio anos mais tarde, em 1964 (foi criada dois anos antes para uma propaganda que nunca foi para frente). Ele publicou em periódicos até 1973, quando aposentou a personagem.

As tirinhas da criança-prodígio renderam a Quino o posto de um dos maiores quadrinistas da história. Ganhou diversos prêmios pelo mundo, e sua exposição de 50 anos de trabalho viajou pelas maiores capitais da Europa, tendo foco em Milão, Itália, onde morou boa parte da vida.

Quino era casado com Alicia Colombo desde 1960. Ela morreu em 2017, e ele voltou para a cidade natal, Mendoza, onde permaneceu até falecer também.

Meu comentário: a criação de Quino nos deu uma menina preocupada com as desigualdades do mundo. Mafalda nos fez refletir e até mesmo enxergar. O cartunista dizia que ela foi só um desenho que deu certo. Jamais! “Não é que não haja bondade..o que acontece é que ela está incógnita”- Mafalda, do Quino.

Fonte: Revista Rolling Stones.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *