Movimento em defesa do livro ganha força no Amapá

Uma carta de compromisso para valorizar a leitura, a escrita e bibliotecas amapaenses será assinada na quinta-feira (28), às 17h, por dois representantes de lutas sociais e defensores a literatura no Amapá: os pré-candidatos Lucas Abrahão e Alzira Nogueira. O evento ocorrerá na galeria D’Paulo e Oliete, centro de Macapá. A ideia é discutir a necessidade da democratização do acesso a livros.

Diante dos retrocessos que a educação vem sofrendo, o Amapá entra no mapa da defesa da leitura. Com isso, o movimento – que tem envolvimento nacional – busca a garantia da implementação de políticas públicas eficientes, divididas em quatro eixos: – Cadeia Produtiva – festivais e Salões literários; – Cadeia Criativa – Escritores e Literatura Oral; – Equipamentos- Bibliotecas Públicas e Comunitárias; Mediadores de Leitura e Contadores de Histórias.

“É fundamental que os políticos e os pré-candidatos tenham esses compromissos bem firmados em suas plataformas”, explicou Angela de Carvalho, defensora e multiplicadora da leitura no Estado.

O movimento tem uma página na internet que está arrecadando assinaturas. Todos podem fazer parte! Acesse: https://www.change.org/p/carta-aberta-em-defesa-do-livro-da-leitura-da-literatura-e-das-bibliotecas.

Assessoria de comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.