MP-AP adere à Campanha Outubro Rosa

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) apoia a Campanha Outubro Rosa, para reforçar a importância da prevenção do câncer de mama e estimular as mulheres a fazerem o autoexame.

A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA) é de que 59 mil novos casos de câncer de mama sejam diagnosticados até o fim deste ano. É o tipo de câncer que mais afeta mulheres em todo o mundo. Por isso, é fundamental investir em prevenção. Afinal, descobrir a doença com antecedência significa até 95% de chances de cura.

Ainda de acordo com o INCA, 30% dos casos de câncer podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis, o que inclui, dentre outras medidas, não fumar, evitar álcool, uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas. Os cuidados devem ser redobrados, especialmente para mulheres acima de 35 anos, que devem fazer também a mamografia, conforme orientação médica.

Além de apoiar a campanha mundial Outubro Rosa, o MP-AP atua, dentro das suas atribuições, para cobrar do Estado e municípios que cumpram a legislação e assegurem a todas as usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) o acesso aos serviços básicos, com garantia de acesso aos exames necessários à prevenção da saúde da mulher.

De igual modo, o MP-AP interpôs ações judiciais contra o Executivo para cobrar o acolhimento às mulheres que, uma vez diagnosticadas, devem receber o tratamento adequado contra a doença.

Atitudes que podem ajudar na prevenção

– Buscar uma vida mais saudável. Os casos de câncer de mama são mais frequentes em mulheres fumantes (24%) e ex-fumantes (13%).

– Caminhar em um bom ritmo por 1h30 a 2h30 por semana reduz o risco de câncer de mama em 18%.

– Faça uma dieta saudável. Uma dieta com muitos produtos frescos e baixo consumo de carne vermelha, sal e carboidratos processados reduz os riscos da doença em 25%.

– Se todas as mulheres acima de 50 anos fizessem mamografias anuais, as mortes por câncer de mama diminuiriam em pelo menos 25%.

– A alta absorção de vitamina D diminui em 50% o risco do desenvolvimento do câncer de mama. A vitamina D encontra-se em uma exposição limitada ao sol, nos alimentos salmão, atum, leite fortificado e cereal fortificado.

– Beber de 2 a 5 doses de álcool por dia aumenta os riscos de câncer de mama em 1,5 vezes.

– Mulheres que ganham mais de 27 quilos depois dos 18 anos, sobram as chances de desenvolverem câncer de mama depois da menopausa.

Serviço:

Assessoria de comunicação do MP-AP
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *