MP-AP e PMM alinham ações para a realização do Luau da Samaúma

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Márcio Augusto Alves, acompanhado pela diretora-geral, promotora de Justiça Ivana Cei, reuniram-se nesta terça-feira (1) na sede do MP-AP, com a diretora presidente da Macapatur, Juliane Pereira. Durante o encontro, foram alinhadas as ações que serão executadas em parceria entre os órgãos para a realização do “Luau da Samaúma”.

O evento consiste na realização de uma sexta-cultural ao mês, com início no dia 8 de setembro de 2017, na Praça Samaúma, no entorno do órgão ministerial. O luau terá o objetivo de promover, nos dias de lua cheia, mais uma opção cultural de lazer e entretenimento para a sociedade macapaense, além de aproximar a população do MP.

Também presentes na reunião as assessoras técnicas do MP-AP, Alcilene Cavalcante e Juliana Coutinho, o chefe de gabinete da Macapatur, Bio Vilhena e o diretor de comunicação do Ministério Público, Elton Tavares.

Durante este segundo encontro de tratativas sobre o tema, a diretora da Macapatur apresentou o projeto para o evento. Conforme Juliane Pereira, que falou em nome do prefeito de Macapá, Clécio Luís, a parceria ajudará o município a disseminar cultura nos espaços públicos da cidade.

Estamos trabalhando para ocuparmos com cultura e entretenimento no máximo de espaços públicos. A parceria como o MP é essencial para esse que este projeto seja executado. Nós já temos experiência em eventos deste tipo e com essa iniciativa do Ministério Público buscaremos mais parceiros para o Luau da Samaúma”, salientou Juliane Pereira.

A diretora geral do MP ressaltou que as apresentações musicais, exposição de antiguidades, alimentação, entre outras atividades, serão totalmente seguras para as famílias. Ivana Cei garantiu que o Gabinete Militar do Ministério Público cuidará para a manutenção da paz durante o evento.

Segundo o PGJ, as instituições públicas devem assumir o papel de promover e preservar a cultura de cada lugar. Márcio Alves reforçou que o Estado do Amapá, fruto da Constituição de 1988, possui uma história rica, vinculada ao surgimento da Constituição Cidadã. O procurador geral ressaltou ainda que é preciso valorizar a identidade cultural, suas danças e festividades próprias.

O Ministério Público do Estado entende a importância da participação popular dentro desse processo cultural, por isso é entusiasmado incentivador da cultura, como um dos mecanismos de contribuir com o Estado e desenvolver a cultura local. Além de aproximar o cidadão do MP, as apresentação culturais, exposições, gastronomia, entre outras atividades darão vida para essa praça. Queremos colocar um lindo espaço com a estrutura necessária para que a população tenha lazer e segurança. Será, acima de tudo, um evento para as famílias”, ponderou Márcio.

Serviço:

Elton Tavares
Assessoria de comunicação do MP-AP
Contato: (96) 3198-1616
Email: asscom@mpap.mp.br

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*