MP-AP e Sebrae/AP firmam parceria para realização do I Amapá HackFest

O Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AP) é mais um parceiro do Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP) na realização do I Amapá HackFest, que ocorrerá nos dias 7, 8 e 9 de dezembro, cuja finalidade é produzir tecnologia para o combate à corrupção. O evento será realizado na Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco.

A parceria foi firmada nesta segunda-feira (29), na sede do Sebrae, entre o procurador-geral de Justiça do MP-AP, Márcio Augusto Alves; o superintendente da instituição, João Alvarenga, e o diretor da instituição, Valdeir Ribeiro. O PGJ esteve no encontro acompanhado pelos servidores da área de tecnologia do Ministério Público Estadual, Verônica Santos e Lindomar Ferreira, que participaram de Hackfest’s nos estados da Paraíba e Amazonas. Também presente no encontro a pró-reitora de Extensão do Instituto Federal do Amapá (Ifap), Érika Bezerra, que participou da tratativa.

Verônica Santos e Lindomar Ferreira explicaram aos dirigentes do Sebrae que o evento terá uma maratona para incentivar a produção tecnológica entre estudantes e profissionais da área de informática, que serão municiados de dados institucionais. Os servidores também explanaram que o Hackfest contará ainda com oficinas de tecnologia e palestras de especialistas amapaenses e de fora do Estado, com ampla experiência na área.

Os diretores do Sebrae se propuseram a contribuir com custos de diárias e passagens para um facilitador de fora do Amapá e se colocaram à disposição para execução de outras atividades ligadas ao HackFest.

“Precisamos trabalhar essa questão da corrupção com crianças e adolescentes para conscientizá-las da sociedade em que vivemos, para que elas possam entender o que está acontecendo e o que precisa mudar. A união das instituições é essencial para isso e o MP-AP pode contar com o Sebrae para a realização do I Amapá HackFest”, salientou João Alvarenga.

Outros parceiros

Também serão parceiros do evento a Universidade Federal do Amapá (Unifap), Ifap, Controladoria Geral da União no Estado do Amapá (CGU/AP) e Prefeitura Municipal de Macapá. A colaboração entre as instituições será por meio de Termo de Cooperação Técnica (TCT) formulado pelo Ministério Público com as instituições parceiras.

Através do HackFest, o MP-AP visa alcançar o público que atua na área da tecnologia e de outras áreas para discutir ideias para o desenvolvimento de plataforma para ser ofertada com fácil acesso ao povo amapaense.

De acordo com o PGJ, a promoção do combate às atividades que envolvem a corrupção pelo uso da tecnologia é um meio que o Ministério Público está adotando para educar as novas gerações.

“Os participantes desenvolverão, durante os três dias de evento, plataformas, como portais, sites, jogos e aplicativos, com o propósito de que a administração pública não sofra com as práticas corruptivas. Precisamos conscientizar a nova geração sobre a importância do combate a corrupção e o HackFest nos dará ferramentas para isso. Agradeço a parceria do Sebrae, que será um importante aliado na realização deste evento”, frisou Márcio Alves.

Serviço:

Elton Tavares e Anita Flexa
Assessoria de Comunicação do MP-AP
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *