MP-AP faz doação de mobiliário e equipamentos para UNIFAP estruturar Projeto de Prevenção ao Suicídio

Os Servidores da Comissão de desfazimento de bens do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Telma Duarte e Marco Ravel, efetuaram, nesta quinta-feira (14), no Almoxarifado Central da instituição, a entrega de móveis e equipamentos ao professor Washington Luiz Oliveira Brandão, coordenador do Ambulatório de Atenção a Crise Suicida da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP).

A iniciativa de doação dos bens teve como motivação o interesse público do melhor atendimento e prestação de serviços de saúde mental à sociedade amapaense, por intermédio dos entes beneficiados, como também atender a observâncias legais. “Todos os móveis doados serão utilizados para ampliar os atendimentos e trabalhos desenvolvidos pela AMBACS/UNIFAP. Somos gratos pela parceria e apoio do Ministério Público”, ressaltou o professor Washington.

Entre os materiais entregues, estão: mesas, poltrona, armários, câmera fotográfica, estantes. Na mesma oportunidade, a Assessoria Técnica da Procuradoria-Geral de Justiça, por meio da servidora Carla Pena, esteve em visita Institucional à UNIFAP e entregou o Termo de Doação ao reitor, doutor Júlio César Sá de Oliveira, o qual ressaltou que o MP-AP vem desenvolvendo um ótimo trabalho na busca de melhorias dos serviços e atendimento à população.

“É uma grande satisfação receber os materiais doados, em especial neste mês – Janeiro Branco – alusivo à importância do cuidado com a Saúde Mental, pois esta doação será destinada exclusivamente para o Projeto de Prevenção ao Suicídio desenvolvido no âmbito da Universidade”, reforçou.

O que é AMBACS

O Projeto de Pesquisa e Extensão denominado Ambulatório de Atenção a Crise Suicida (AMBACS) da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) extrapolou os muros da Instituição a hoje conta com uma microrrede de atendimento. A parceria entre a UNIFAP, Ministério Público do Amapá (MP-AP), Instituto Joel Magalhães (Ijoma), Prefeitura de Macapá (PMM), Igrejas e Associações possibilitou o amparo, tanto para as pessoas com o comportamento suicida, quanto aos familiares enlutados por suicídio ou que convivem com alguém que possui o comportamento suicida.

Atualmente, a microrrede dispõe de quatro locais de atendimento em grupo: três em Macapá, nos bairros do Laguinho, Buritizal e Marabaixo III), e um em Santana. Também há atendimento psicológico individual que retornou ao Ijoma após reabertura das atividades com a flexibilização das medidas de isolamento devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus. Crianças e adolescentes com comportamentos autodestrutivos recebem atenção psicológica no Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS’i), no bairro Jardim Marco Zero.

Fonte: (http://www.unifap.br/projeto-de-prevencao-ao-suicidio-da-unifap-amplia-atendimento-em-macapa/)

O que é Janeiro Branco

O Janeiro Branco é uma campanha que convida as pessoas a refletirem sobre a saúde mental. O objetivo é colocar esse tema em evidência, promovendo a conscientização sobre a importância da prevenção ao adoecimento emocional — algo que gera impactos preocupantes em nossa sociedade.

Fonte: (https://saudenaempresa.sesirs.org.br/janeiro-branco/)

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Ana Girlene
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *