MP-AP, Fecomércio e SENAC promovem curso profissionalizante no Macapaba

sainavio-51

Iniciou nesta segunda-feira, 21, o primeiro módulo do curso de capacitação em informática para moradores do Conjunto Habitacional Macapaba, resultado de Acordo de Cooperação Técnica, firmado entre Ministério Público do Amapá (MP-AP) e o Sistema Fecomércio, por intermédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Estão sendo ofertadas 36 vagas para o curso de operador de computador, com carga horária de 196 horas, cujo encerramento está previsto para 3 de fevereiro de 2017. O material didático e o instrutor foram disponibilizados pelo Senac e o MP-AP, por meio do programa MP Comunitário, está dando todo o apoio logístico, operacional e segurança para a manutenção da Carreta Senac Móvel de Informática e Gestão, onde o curso está sendo realizado.

O professor Rodrigo Nunes destaca a praticidade da ação itinerante. “Pelo simples fato da carreta estar aqui no local de moradia, já representa uma enorme economia com os custos de transporte e tempo para eles. Os alunos estão muito felizes porque queriam um curso como esse, mas não tinham tido oportunidade. Estão todos muito empolgados e tenho certeza que vão concluir com sucesso”.

Para os jovens Jean Farias, 20 anos e Lucas Almeida, 16 anos, a oportunidade não poderia ser melhor. “A princípio pensei que não fosse pra frente o projeto, mas quando vi as pessoas se mobilizando em torno dessa parceira do MP e SENAC vi que era verdade e me interessei. Estou muito feliz”, disse Jean. “Bem bacana essa ação, que vai enriquecer nossa formação curricular e espero muita aprendizagem”, completou Lucas.

José Iguarassu, diretor regional do SENAC, destacou que a educação profissional representa uma porta de entrada para o mercado de trabalho. “Hoje, para se inserir ou se manter no mercado é preciso qualificação e esta ação vai contribuir para esse primeiro passo, que não se encerra em si, mas é uma iniciativa, fortalecendo a grade de aprendizagem dos que são estudantes e dos trabalhadores ajudando a desenvolver novas competências”.

Coordenador do programa MP Comunitário, o promotor de Justiça André Araújo, relembrou que o Ministério Público acompanha de perto a comunidade do conjunto Macapaba. “Estamos aqui desde o início, buscando aproximar os moradores e as instituições públicas. É com muita satisfação que vejo uma iniciativa como essa e recordo da minha própria vida profissional, pois foi justamente como operador de computador, há 20 anos, que iniciei minha carreira no MP, antes de me tornar promotor. Sei que oportunidades como essa podem ser decisivas em nossas vidas. Tudo que vocês vão aprender aqui vai ser útil em qualquer carreira. Aproveitem ao máximo”, desejou.

“Queria mais uma vez agradecer ao MP, SENAC e Fecomércio por trazer um espaço desse aqui pra gente, que nos dá a perspectiva de trazermos outros cursos e criarmos ainda mais oportunidades para a nossa comunidade que tanto necessita. É dessa presença do poder público que precisamos. Nosso muito obrigado”, reconheceu o presidente da Associação dos Moradores do Macapaba, José Aldenir Pereira.

mp-comunitario-e-senac-gratuidade

O chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, promotor João Furlan, ressaltou o interesse dos alunos, que procuraram o projeto em busca de conhecimento. “Que seja apenas uma etapa na caminhada de todos vocês e que no futuro os ajude na busca de um emprego ou aprovação em um concurso público. Parabéns pelo interesse em aprender. É um curso longo, vai até fevereiro, então é preciso ter força de vontade para ir até o fim”.

Para o procurador-geral de Justiça do MP-AP, Roberto Alvares, a oferta de cursos de capacitação acende um “ponto de esperança” para os que buscam conhecimento e novas oportunidades. “E o que é o sonho, senão um ambiente de luz para a realização dos desejos? Nós temos que acreditar no que fazemos. Só consegue atingir o resultado final esperado aquele que persevera. Sabem o que é o sucesso? É um banco, onde devemos depositar nossos sonhos e desejos”, provocou.

“O sucesso mesmo é uma estrada, cujo destino exige os passos da paciência. Nem um de nós vai aprender tudo muito rápido, mas, lembremos que só é possível, de verdade, conseguir o que se quer, quando se age para isso. Todos nós somos garimpeiros da vida e só colhemos aquilo que nós fazemos. Nesse sentido, só temos a agradecer ao SENAC por nos ajudar nessa ação, pois vai possibilitar que todos aqui façam uma verdadeira revolução do bem em suas vidas. Desejamos a vocês, sucesso pleno”, finalizou.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *