MP-AP realiza teste do software “Sistema Votus” que será utilizado nas eleições para Procurador-Geral de Justiça, em dezembro

Nesta sexta-feira (9), o Ministério Público do Amapá (MP-AP) realizou o lançamento/teste do software “Sistema Votus” para o conhecimento do sistema que irá subsidiar as eleições para Procurador-Geral de Justiça da instituição, que ocorrerá em dezembro deste ano.

Os representantes da comissão do Sistema Votus, procurador de Justiça, Nicolau Crispino e promotor de Justiça Vinicius Mendonça Carvalho acompanhados pelo procurador-geral de Justiça, Márcio Alves, e o promotor de Justiça Afonso Guimarães, acompanharam o teste do software que permite ao eleitor votar por meio eletrônico, a partir de dispositivos móveis, como smartphones, tablets e notebooks. Até então, as eleições para PGJ do MP-AP, eram realizadas de forma presencial e voto na urna.

O promotor de Justiça Vinícius Carvalho enfatizou que o sistema resguarda o sigilo do voto, tendo mecanismos de criptografia, segurança contra-ataques de hackers ou tentativas de invasões do sistema durante a votação e assegura a possibilidade de auditoria para garantir a plena lisura do processo eleitoral.

“O sistema representa uma grande inovação nos processos eleitorais que serão realizados no Ministério Público do Amapá. Durante a votação simulada demonstrou ser um sistema eficiente e seguro. Há preservação total do sigilo dos dados do voto dos eleitores”, pontuou Vinícius Carvalho.

O procurador-geral de Justiça Márcio Alves explicou que o teste aconteceu por meio da enquete: Na sua opinião, quais dos cinco pontos turísticos mais representam a cidade de Macapá? “Foram computados 56 votos de 82 votantes, e o ponto turístico mais votado foi o Marco Zero. Foi apenas uma simulação, mas a importância da inovação para agilizar a votação e torna-la de fácil acesso é o que torna o sistema Votus um novo passo para a eleição do Procurador-Geral, e onde o membro do MP-AP estiver terá oportunidade de participar do pleito”, concluiu.

A partir da experiência e percebendo a eficiência, praticidade e celeridade do software, Nicolau Crispino optou por trazer a experiência para instituição. A proposta de adoção do Sistema foi submetida ao Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), e agora passa pela fase de teste.

Na ocasião, o procurador de Justiça Nicolau Crispino destacou que “o Sistema Votus é excelente por várias razões. Primeiro por que é uma criação do próprio MPDFT já há muito tempo. Está é a terceira votação de lista tríplice para PGJ por meio da ferramenta e demonstrou ser muito segura tanto com relação ao sigilo da votação, quanto à sua estabilidade. Além disso, é utilizado para as demais eleições do DF, exceto o de corregedor, e mais para as eleição das associações de classe do MPDFT, membros e servidores. Portanto, vejo que o sistema pode sim ser executado no MP-AP”.

Fase teste do sistema

Respondendo uma enquete, no horário de 8h às 14h, os membros puderam responder a seguinte pergunta: “Na sua opinião, quais dos cinco pontos turísticos mais representam a cidade de Macapá?”.

As opções de escolha figuraram: a) Fortaleza de São José; b) Marco Zero do Equador; c) Curiaú; d) Museu Sacaca; e) Igreja de São José. Podendo votar em até 3 (três) opções. Houve também a opção de votar em branco ou nulo.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *