MP-AP recebe visita institucional da nova diretoria da ALEAP

IMG_9465

Em visita institucional, o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá, Roberto Alvares, acompanhado pela diretora-geral, promotora de Justiça Ivana Cei, e do chefe de gabinete, em exercício, promotor de Justiça André Araújo, recebeu nesta segunda-feira (5), os novos integrantes da mesa diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (ALEAP), deputados estaduais Charles Marques, Roseli Matos, Pastor Oliveira, Edna Auzier e o presidente da casa de leis Jaci Amanajás. O encontro ocorreu na Procuradoria-Geral de Justiça Promotor de Justiça Haroldo Franco e teve como intuito reforçar o diálogo entre as instituições.

Durante a visita, os parlamentares apresentaram aos membros do MP-AP os projetos de interesse do MP que se encontram paralisados ou que necessitam de algumas orientações para que possam ser colocados em prática.

“Estamos aqui hoje apresentando uma nova fase na Assembleia. A partir de agora, gostaríamos de poder contar com o apoio dos poderes do Estado, para que assim, possamos caminhar lado a lado no que diz respeito ao bem estar da população”, comentou Charles Marques.

O presidente da ALEAP disse estar muito feliz com a possibilidade do encontro e espera, com isso, buscar orientações e parcerias para que novos erros não sejam repetidos pela casa. “Queremos manter uma relação de diálogo e de respeito com essa instituição. Estamos aqui para buscar orientações e consequentemente dar seguimento em nossos projetos e serviços, segundo rege a jurisprudência”, ressaltou Jaci Amanajás.

Os parlamentares ressaltaram o interesse em firmar parcerias futuras com a instituição, no intuito de poder participar de ações e projetos desenvolvidos pelo MP. “Nós acompanhamos o ótimo trabalho que vem sendo realizado por essa instituição, como por exemplo, a excelente ação realizada em conjunto com a Marinha do Brasil, Tribunal de Justiça (TJAP), Governo do Estado (GEA) e demais órgãos, no arquipélago do Bailique, recentemente”, ressaltou o presidente da casa de leis.

“Não queremos realizar uma administração solitária, pois percebemos que juntos somos mais fortes para atender as demandas do povo. Se errarmos, pelo menos estaremos juntos e, assim, as soluções para os nossos erros serão mais fáceis. Esse encontro de hoje é para isso, com a orientação dos senhores, com certeza, ficaremos mais alertas acerca dos possíveis erros que possamos cometer”, comentou o Pastor Oliveira.

“Temos que levar os nossos serviços a quem mais precisa e acredita em nós, que é a população. Estamos aqui à disposição de aprender com os senhores e senhoras, e com isso poder acertar cada vez mais nas melhorias dos serviços que prestamos para com a sociedade”, ressaltou Roseli Matos.

Ivana Cei contribuiu com algumas orientações para os deputados para evitar possíveis erros. “Sejam muito bem vindos ao Ministério Público. Estamos aqui para somar e contribuir com os senhores naquilo que estiver ao nosso alcance. O diálogo entre as instituições é algo que deve ocorrer independente das relações, afinal, estamos aqui para desenvolver melhorias para quem mais almeja pelos nossos serviços que é a população”, comentou a diretora-geral do MP-AP.

O promotor da Saúde André Araújo compactou da mesma ideia ao comentar que as instituições só se fortalecerem através do diálogo, pois assim os serviços dignos à população serão efetivados. “Estamos abertos ao diálogo, independente da presidência, o diálogo entre os poderes não pode ser rompido, pois quem sofre com essa interrupção é a população. Com essa visita os senhores demonstram que realmente estão interessados em acertar nos serviços prestados e, com certeza, o que podemos fazer para auxiliar e somar, nós faremos”, disse o chefe de gabinete, em exercício.

“Essa visita nos coloca em uma surpresa, mas, é uma surpresa boa. Os senhores estão aqui para colher um direcionamento e isso é justo. Aqui nós não só acertamos, mas, também erramos. E com essa atitude dos senhores hoje, ficamos mais à vontade para fazer visitas à Assembleia e, assim, construir um fortalecimento nos laços entre nossas instituições para que possamos desenvolver melhorias nos serviços prestados à população. Não conseguimos evoluir adquirindo ou acumulando. Nós vamos evoluindo ao ajudar o nosso próximo a diminuir suas dores, somente assim entendemos que conseguimos ajudar realmente aos outros”, ponderou o PGJ Roberto Alvares.

Uma próxima reunião foi acertada entre MP-AP e ALEAP e demais instituições do Estado, com intuito de buscar soluções para as Obras do Hospital do Câncer e demais projetos que se encontram paralisados e, com isso, buscar subsidiar respostas para a população.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: asscom@mpap.mp.br

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*