MP Eleitoral realiza ação para orientar sobre a compra e venda de votos

MP Eleitoral da 2ª zona realizando fiscalização nas áreas de ressaca

Nesta quarta-feira (31), o Ministério Público Eleitoral (MPE) deu continuidade às ações educativas nas áreas de ressaca e periferia de Macapá para Informar à população sobre as proibições legais e punições em relação à compra e venda de votos. O trabalho de prevenção, que iniciou com uma blitz na orla da cidade para orientar motoristas sobre a legislação de propaganda em veículos, e continuou nesta quinta-feira (1º), no bairro Perpétuo Socorro, se estende até o domingo em outros bairros da capital.

A promotora titular da 2ª Zona Eleitoral, Andrea Guedes, disse que tem recebido diversas denúncias da população afirmando que há muitos candidatos e cabos eleitorais na tentativa de compra de votos oferecendo cestas básicas, dinheiro, dentre outros benefícios, além de utilizar estratégia de coação, copiando o número do título de eleitor com o local de votação dizendo que em troca daquele voto, na hora, receberão de R$100 a R$200.

User comments
User comments

“Isso nos motivou a iniciar essa ação de conscientização do eleitor, para que ele se sinta seguro na hora de votar em quem ele quer, não em troca de qualquer tipo de vantagem”, justificou Andrea Guedes.

Segundo a promotora da 2ª ZE, as ações educativas serão intensificadas até as vésperas da eleição, no dia 2 de outubro, com distribuição de material informativo sobre compra e venda de votos e também disponibilizando o número de telefone móvel 99109-7342, para que as pessoas possam denunciar as irregularidades encontradas por ligação ou via aplicativo WhatsApp.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: asscom@mpap.mp.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *