MTV cancela debate entre presidenciáveis

É duro ser a MTV. A emissora parece consciente que perdeu toda a relevância com o público jovem. A chamada Geração Y prefere assistir gatos tocando piano no Youtube do que perder tempo assistindo a videoclipes. Bem, em uma tentativa de mudar o foco e ganhar algum status de seriedade, a MTV Brasil decidiu fazer um debate entre presidenciáveis que estava marcado para o dia 24/08. O problema é que os dois principais candidatos Dilma Rousseff e José Serra abandonaram o barco. Resultado? O debate ficou sem um quórum mínimo (que era de três candidatos). Portanto, o encontro foi cancelado. É mesmo duro ser a MTV…
Dilma Rousseff, do PT, e José Serra, do PSDB, esnobaram a MTV. Será por que eles se acham jovens? Afinal de contas, ambos já têm até twitter. Sim, no Brasil todo mundo quer ser Barack Obama. Mesmo que ligue o computador somente por acaso e acesse a Internet através de uma intervenção divina…
Curiosamente, o debate da MTV seria o único em que os candidatos responderiam às perguntas do eleitor, principalmente o jovem entre 16 e 34 anos, faixa etária da audiência do canal. Quer dizer, seriam questões como: será que dá para baixar o preço do Playstation 3? Vai haver algum bolsa-acne? O Restart pode compor um hino nacional mais fácil de decorar? É… até dá para entender a desistência dos candidatos.
Mais de mil perguntas foram enviadas pelos telespectadores. Do total, apenas 50 foram escolhidas para o debate. Como o cancelamento, a emissora informa que está estudando uma maneira de aproveitar as perguntas. A sugestão é mandar o Cazé para Brasília (com uma passagem só de ida) e mandar ele ficar na frente do Congresso com um megafone repetindo incessantemente os questionamentos. Até ele perceber que os presidenciáveis não estão lá fazendo campanha, a MTV já contratou outro para a vaga…
Vale à pena responder à MTV a insistente pergunta da chamada do malfadado debate: quem disse que só tem um jeito de fazer debate eleitoral na TV? A justiça eleitoral MTV, a Justiça Eleitoral…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *