Museu Joaquim Caetano da Silva

                                                                                                         Por Elton Tavares

Museu Joaquim Caetano da Silva – Fotos: Elton Tavares.

É verdade que Macapá é um tanto carente quando o assunto é cultura. Por isto, fui, ontem (6), ao Museu Joaquim Caetano da Silva, localizado na Avenida Mário Cruz, nº 17, no centro da capital amapaense. Após a visita, posso afirmar que é incrível como o local respira história do Amapá.

O espaço, que funciona das 9h ás 18h, de terça á domingo, foi reformado e reaberto para visitação em março de 2009. Nas paredes do Museu, repletas de informações escritas em painéis, conta-se a história do Amapá desde sua criação. Funcionários do local também explicam aos visitantes todos os objetos expostos e um pouco de cada painel.

No prédio, funcionou no início do século XX, a Casa da Intendência de Macapá, uma espécie de Prefeitura da época. A edificação é a segunda construção mais antiga da cidade, antes dele, somente a Catedral de São José foi erguida na cidade.

Peças arqueológicas das civilizações indígenas Cunaní e Maracá, encontradas no Estado, são atrações que vale pena conferir. Elas estão expostas no Museu. Entre os artefatos expostos, está uma urna, que guarda os restos mortais de Francisco Xavier Cândida Veiga Cabral, o Cabralzinho, herói da resistência contra a invasão francesa.

Curiosamente, o Museu estava vazio. Tanta história deveria ser melhor aproveitada pelo nosso povo. Fica a dica do blog para instituições de ensino (que podem agendar visitas de estudantes) e a população em geral á prestigiar o local. Visitem o espaço. Afinal, cultura é bem de consumo, mas a entrada no Museu é gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *