Música de agora: Assim como Raul – Cléverson Baía (Letra de Fernando Canto e Música de Osmar Jr.)

Assim como Raul – Cléverson Baía (Letra de Fernando Canto e Música de Osmar Jr.)

Alô parentes, ancestrais astrais
Além do céu dos aviões azuis
Desatem suas redes amarradas nas estrelas
E liguem, por favor, a nave mãe
Ancorada no invisível
– Quem pede é o capataz das nebulosas perdidas
Quero pôr o dedo nos anéis de gelo
Quero penetrar os buracos negros
E ter um infopapo com uns ETs legais
E cantar apaixonado as paixões universais
– Assim como qualquer viajante com saudade
Eu sou como Raul
E banhem-me de luz e venham me buscar
Pois eu não sou daqui, eu sou de lá… (bis)
Eu já cumpri com a minha parte
Influenciando as civilizações
Até causei as guerras das religiões
Enquanto no deserto um óleo negro
Em gás, em grana, em sangue se tornou
– Minhas sandálias gastas carregaram o pó da terra
Eu rebentei o mundo louco
Fornecendo aos poucos minhas invenções
Deixei pelas montanhas palavras em vão
De tanto apregoar aos sete ventos
O livro que vocês, parentes, me deixaram
– Na hora angustiante dos trovões
Eu sou como Raul
E banhem-me de luz e venham me buscar
Pois eu não sou daqui, eu sou de lá… (bis)
Eu quero ser feliz, eu quero ir daqui
E nunca mais voltar pra carregar a cruz

*Assim como Raul foi a música campeã do 4º Festival Amapaense da Canção, em 2001. A canção é uma homenagem a Raul Seixas e retrata o desejo de sair do planeta de um personagem.

**Voz e guitarras: Cléverson Baía
Bateria: Paulinho Queiroga
Baixo: Alan Gomes
Teclado: Jeffrei Redig


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *