Música de agora: Jokerman (Coringa) – Bob Dylan

Jokerman (Coringa) – Bob Dylan

Sobre as águas, compartilhando seu pão
Enquanto os olhos do ídolo com a cabeça de ferro brilham
Barcos distantes velejando para dentro da névoa
Você nasceu com uma cobra em ambos os pulsos enquanto um furacão soprava
Liberdade logo ao virar a esquina para você
Mas com a verdade tão distante, que bem isso faria?

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

Tão velozmente o Sol se põe no céu
Você se levanta e diz adeus para ninguém
Tolos correm para onde os anjos temem pisar
Ambos os futuros, tão cheios de pavor, você não revela nenhum
Mudando mais uma camada da pele
Ficando um passo a frente da perseguição interior

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

Você é um homem das montanhas, você pode andar sobre as nuvens
Manipulador de multidões, você distorce sonhos
Você vai para Sodoma e Gomorra
Mas o que importa? Lá ninguém vai querer casar com a sua irmã
Amigo do mártir, amigo da mulher infame
Você olha para a fornalha ardente, vê um homem rico sem nome

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

Bem, o Livro de Levítico e Deuteronômio
A lei da selva e a lei do mar são suas únicas professoras
Na fumaça do crepúsculo sobre um corcel lácteo
Michelangelo realmente poderia ter esculpido seus traços
Repousando nos campos, longe do turbulento espaço
Meio adormecido perto das estrelas com um cachorrinho lambendo seu rosto

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

Bem, o atirador espreita os doentes e os deficientes
O pregador busca o mesmo, quem chegará lá primeiro é incerto
Cassetetes, canhões, gás lacrimogênio, algemas
Coquetéis molotov e pedras atrás de cada cortina
Juízes pérfidos morrendo nas teias que eles mesmos teceram
É só uma questão de tempo até a noite chegar

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

É um mundo sombrio, o céu está cinza
Uma mulher deu à luz a um príncipe hoje e o vestiu de escarlate
Ele vai colocar o padre no bolso, colocar a lâmina no fogo
Tirar as crianças órfãs da rua
E as colocar aos pés de uma meretriz
Ah, Coringa, você sabe o que ele quer
Ah, Coringa, você não demonstra nenhuma reação

Coringa dance ao som do rouxinol
Pássaro voe alto sob o luar
Oh, oh, oh, Coringa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *