Nesta sexta-feira (5), acontece a Sessão Solene em homenagem aos 66 anos da Academia Amapaense de Letras

Foto: Dulcivânia Freitas

Nesta sexta-feira (5), às 19h, na Biblioteca Pública Elcy Lacerda, ocorrerá a Sessão Solene que celebrará os 66 anos da Academia Amapaense de Letras (AAL). A AAL possui 22 acadêmicos imortais. A comemoração é em 5 de julho por conta de esta ser a data da posse da primeira diretoria do Silogeu

O atual presidente da entidade é o professor Nilson Montoril de Araújo, e o vice-presidente, o poeta Manuel Bispo Correa. Entre os 22 sócios titulares do colegiado (imortais), tenho três amigos, os poetas e escritores Carlos Nilson Costa, Fernando Canto e Alcinéa Cavalcante (aliás, posso me gabar que sou bem próximo destes dois últimos).

Escritores e poetas Fernando Canto e Alcinéa. Os meus muito queridos amigos, Alcinéa Cavalcante e Fernando Canto. Foto: Flávio Cavalcante.

Síntese da História

Fundada em 21 de junho de 1953, data escolhida por conta de ser o mesmo dia do aniversário do escritor Machado de Assis, a Academia Amapaense de Letras surgiu como uma entidade civil, sem fins lucrativos e com o objetivo de promover o desenvolvimento literário, cultural, científico e artístico do Amapá. Seu primeiro presidente foi o professor de português e literatura Benedito Alves Cardoso.

A posse da Diretoria aconteceu no dia 5 de julho de 1953, no Cine Teatro Territorial (anexo ao Grupo Escolar Barão do Rio Branco), ocasião em que o Governador Janary Gentil Nunes fez um belo discurso. Por mais de 30 anos o Silogeu ficou desativado, sendo reinstalado em agosto de 1988. Já faleceram 33 dos seus membros.

O Amapá precisa preservar, reconhecer e homenagear seus grandes nomes em todas as áreas de atuação. Meus parabéns aos imortais da AAL, em especial, aos meus amigos de lá.

Serviço:

Sessão Solene dos 66 anos da Academia Amapaense de Letras (AAL).
Data: 05/07/2019
Horário: 19h
Local: Biblioteca Elcy Lacerda, que fica na Rua São José, 1800, centro de Macapá.
Entrada: franca.

Elton Tavares, com informações do professor Nilson Montoril , presidente da AAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *