No AP, mais de 150 mil acompanham a procissão do Círio

santa-sendo-colocada-na-berlinda

Por Cássia Lima

A Polícia Militar do Amapá estima que mais de 150 mil fiéis participaram da procissão do Círio de Nazaré em Macapá neste domingo, 9. A procissão, como sempre, teve muitos pagadores de promessas e a tradicional corda foi muito disputada. Alguns fiéis chegaram a passar mal.

A programação do círio iniciou as 7h com a tradicional missa solene no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, no Bairro do Santa Rita. A procissão começou às 8h30min quando o bispo Dom Pedro Conte transladou a imagem da Virgem Maria para a berlinda.

Durante a percurso de quase 2 km, muitos fiéis pagaram promessas descalços, carregaram miniaturas de casas representando milagres e melhorias do lar.

transladacao-2

Com um sol escaldante, muitos fiéis levaram sombrinhas e o mar de gente ficou ainda mais colorido. Muitas famílias distribuíram água ao longo do trajeto, assim como, muitos empresários doaram picolés, sucos e até lanches para a comunidade católica.

Todo o percurso foi acompanhado por 40 equipes do Corpo de Bombeiros, policiais militares e Samu. Havia três pontos do Corpo de Bombeiros para atendimento, cada um atendeu em média 7 pessoas.

sombrinhas-coloriram-a-procissao

“É normal os atendimentos aumentarem após às 10 horas, porque as pessoas acordaram cedo e já estão sem comer a algumas horas. Com isso começam tonteiras e mal estar. Mas mesmo com os atendimentos, a movimentação está abaixo da média”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros, Álvaro Pereira.

A imagem da santa chegou as 11h45min na bicentenária igreja de São José de Macapá, mas muitos fiéis ainda estavam no meio do percurso. De acordo com a organização do círio, todas as ruas do trajeto devem ser percorridas pelos fiéis até 12h30.

Fonte: SelesNafes.Com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *