No AP, mulheres ganham destaque e homenagens no Dia do Fotógrafo

Por Fabiana Figueirado

As amapaenses profissionais da fotografia foram homenageadas na manhã deste domingo (8), durante um evento pelo Dia do Fotógrafo no Conselho Estadual de Cultura, no Centro de Macapá.

“Essas profissionais ainda hoje são discriminadas. Eu pensava que não, que isso não fazia parte da nossa realidade, mas a gente não pode deixar de apoiar essa iniciativa do engrandecimento delas como profissionais e seres humanos”, comentou o fotógrafo Paulo Gil, um dos organizadores do evento.

A professora e fotógrafa Luciana Macêdo, da Associação Brasileira das Mulheres Profissionais da Imagem, recebeu menção honrosa. Em dezembro, ela e outras fotógrafas começaram a se encontrar no estado para produzirem trabalhos juntas.

“Não sabemos atualmente quantas somos. Esperamos que dessa associação saiam bastante trabalhos, trocas de experiências e oportunidades para as fotógrafas brasileiras. Acho que é uma conquista muito grande e a gente está fazendo nossa parte aqui no Amapá, mobilizando as fotógrafas amapaenses, para poder trabalhar em conjunto, se fortalecer e crescer profissionalmente”, disse a fotógrafa, após receber a menção.

Além de Luciana, também foram homenageados outros fotógrafos e instituições que incentivam a prática fotográfica. Entre eles estavam o fotógrafo pioneiro Toru Onuka, grupo Fotógrafos Anônimos e jornais impressos.

“A história do Amapá passa por nós. Em algumas semanas um colega me disse que fotógrafo iria acabar e eu acho que cada vez que a fotografia dá um salto tecnológico, cada vez menos pessoas detém o poder de dominar essa tecnologia. A fotografia será daqueles que sabem fazer fotografia”, concluiu Gil.

No evento também foram abordados temas como a implantação do Sistema Estadual de Cultura ainda em 2017 e conquista de recursos públicos para fomento da arte fotográfica no Amapá.

A programação em celebração ao Dia do Fotógrafo continua na terça-feira (10), com a palestra “Mercado da Fotografia: ameaças e oportunidades”, no Conselho Estadual de Saúde, localizado na Av. Presidente Vargas, entre as ruas Binga Uchôa e Cândido Mendes, número 40, Centro.

Do dia 15 a 30 de janeiro, será realizada a primeira exposição pública com temática do nu artístico. “Nós e os Nus” terá mais de 30 fotografias produzidas por seis fotógrafos amapaenses, na galeria Trokkal, na praça Veiga Cabral, também no Centro de Macapá.

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *