No Dia Mundial da Agricultura, Júnior Favacho destaca contribuições para setor produtivo no AP

No Dia Mundial da Agricultura, 20 de março, o deputado estadual Júnior Favacho (MDB), presidente da Comissão de Agricultura e Abastecimento (CAB) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), destacou as contribuições de seu mandato para o setor primário, especialmente para a agricultura. Ele celebrou o progresso do setor produtivo, mas ressaltou a necessidade contínua de avanços para transformar o Amapá em um polo produtor e gerador de empregos por meio da agricultura.

Com uma longa trajetória de envolvimento com o setor primário, Júnior Favacho intensificou seus esforços desde o início dessa legislatura ao assumir a presidência da CAB. A comissão tem se destacado por promover debates relevantes para a agricultura local, apresentar proposições que beneficiam o setor e trabalhar lado a lado com os produtores rurais na busca por soluções para os desafios enfrentados diariamente.

“Nosso mandato tem trabalhado intensamente para contribuir com o desenvolvimento econômico do Amapá, e entendemos que a agricultura é uma das chaves para atingirmos esse objetivo. Por isso, abrimos um canal de diálogo importante com os produtores para entender as principais dificuldades enfrentadas por eles e buscamos soluções para destravar esse setor. Temos um potencial enorme para transformar o Amapá em um estado produtor, gerando emprego e renda para o nosso povo, mas precisamos trabalhar bastante para realizarmos esse sonho”, afirmou. E os frutos desse trabalho começam a aparecer.

Principais contribuições:

• Aprovação do Projeto de Lei Ordinária (PLO) nº 0158/23 que prevê a criação de um aplicativo para auxiliar na atualização e acompanhamento do Calendário de Produção Agrícola Familiar por parte do poder público.

• Proposta de criação de Grupo de Trabalho (GT) apresentada ao secretário executivo do Ministério da Agricultura (Mapa), Irajá Lacerda, com o objetivo de propor melhorias ao processo de regularização fundiária para produtores rurais. O objetivo é dar celeridade ao processo de transferência das glebas públicas federais e contribuir para a efetiva regularização fundiária no estado.

• Proposta de criação do Super Fácil do Agro apresentada ao Governo do Estado com o intuito de reunir em só espaço físico todos os órgãos públicos necessários no processo envolvendo o setor.

• Proposta de construção de uma Central de Abastecimento em Macapá para facilitar a logística e comercialização dos produtos agrícolas, especialmente da agricultura familiar.

• Jornada pelo Brasil: parlamentar tem buscado atrair investimentos para a agricultura do Amapá, conhecendo iniciativas bem-sucedidas em outros estados, além de convidar investidores do Brasil e do mundo para conhecer o estado e potenciais agrícolas existentes.

“Apesar dos avanços conquistados, sabemos que há muito a ser feito para explorar o potencial agrícola do estado, e construir um futuro próspero. Acreditamos que o estado vive um novo momento de virada de chave no setor produtivo e vemos o interesse do governo e da classe política nesse processo. Por isso, a importância de continuar trabalhando duro para alcançar os objetivos almejados”, concluiu.

Assessoria de comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *