Nos pênaltis, Ypiranga bate Santos e quebra jejum de títulos

O Ypiranga venceu na noite desta quarta-feira o Santos-AP, nos pênaltis, por 4 a 1 no estádio Zerão, em Macapá, após empate em 1 a 1 no tempo normal, e quebrou um longo jejum de títulos no Campeonato Amapaense. A partida foi válida pelo jogo de volta da decisão da competição estadual.

Durante o tempo normal, o Santos abriu o placar com Lessandro ainda na primeira etapa. Mas Tony Love deixou tudo igual na volta do intervalo.

Com o resultado, o Ypiranga segue como o clube como maior número de títulos do Campeonato Amapaense, chegando a oito conquistas (1992, 1994, 1997, 1999, 2002, 2003, 2004 e 2018). Além da vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, o Negro Anil também vai disputar a Copa do Brasil em 2019. Já o Santos-AP terá a disputa da Série D no ano que vem.

O Jogo – As duas equipes iniciaram a partida em ritmo acelerado e criando oportunidades, porém, aos 11 minutos, o técnico Edson Porto foi forçado a efetuar a primeira mudança na equipe. O zagueiro Jeferson Jari sentiu contusão e teve que ser substituído por Rogério. Aos 16 minutos, Léo Rosa cruzou na área e Romano bateu de primeira, mas a bola foi por cima do gol, assustando o goleiro Redson.

Aos 20′, o Ypiranga chegou com perigo. Luquinha cobrou falta, mas o goleiro Axel espalmou. Na sobra, Djalma tentou o levantamento na área, mas ninguém conseguiu escorar a bola para dentro do gol.

Aos 26 minutos, o Santos chegou com Romano que foi lançado em velocidade, mas perdeu o ângulo na finalização e desperdiçou a oportunidade. Já, aos 44′, Balão Marabá cobrou falta na área e Lessandro cabeceou para abrir o placar para o Peixe da Amazônia.

Na volta do intervalo, as duas equipes fizeram um jogo equilibrado. O Santos-AP teve a oportunidade de ampliar o placar logo aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, Lessandro finaliza forte, mas o goleiro Redson fez grande defesa.

Aos 18′, o Ypiranga respondeu o adversário. Otávio cruzou na área e Tony Love desviou para o fundo das redes, deixando tudo igual no Zerão. Aos 22′, Bruno levantou na área e novamente Tony Love ganhou dos seus marcadores e finalizou rente a trave.

Aos 30 minutos, Léo Rosa finalizou cruzado, mas o goleiro Redson defendeu em dois tempos.

Nas cobranças de penalidades, o Ypiranga marcou com Tony Love, Djalma, Esquerdinha e Will, enquanto que Willian Fazendinha balançou as redes pelo lado do Santos-AP. O destaque nas penalidades foi o goleiro Redson que defendeu as cobranças de Fabinho e Batata.

Fonte: Diário do Amapá


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *