Nota de Pesar do Ministério Público do Amapá

É com profundo pesar que o Ministério Público do Amapá (MP-AP), em nome de seus membros e servidores, externa condolências aos familiares e amigos do promotor de Justiça Mauro Guilherme da Silva Couto, 55 anos, que veio a óbito nesta terça-feira (4).

Com 29 anos de serviços prestados ao MP-AP, ingressando na carreira, após aprovação no Primeiro Concurso para promotores de Justiça, Mauro Guilherme sempre atuou com dedicação e prontidão no cumprimento da missão institucional.

Mais que um promotor de Justiça, o paraense Mauro Guilherme era um “Cidadão Amapaense”, título concedido em 1997 pela Assembleia Legislativa do Amapá, poeta, escritor, compositor e um grande incentivador da cultura. Ele deixa seu registro como membro do MP-AP e também fica eternizado nas suas obras.

Que Deus, em sua infinita sabedoria e misericórdia, leve conforto à sua esposa Márcia e filhos Natália e Jaqueline, aos familiares, parentes e amigos enlutados que sofrem neste momento de profunda dor.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação MP-AP
Núcleo de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *