NOTA DO SENADOR RANDOLFE RODRIGUES

Senador Randolfe Rodrigues – Foto: Pedro França/Agência Senado

A violação dos direitos fundamentais à vida privada, à honra e ao sigilo pessoal remetem às páginas mais autoritárias e obscuras da história do Brasil e da humanidade. Quaisquer indícios de violações a tais direitos devem ser rigorosamente apurados e punidos. Por ora, aguardamos manifestação oficial quanto às autoridades que foram ilegalmente monitoradas pelo esquema de espionagem no governo anterior.

Tem significado de diagnóstico o fato de que, além do meu monitoramento pessoal, a maioria dos parlamentares citados nas revelações de hoje eram integrantes da CPI da COVID, o que confere tons de tragédia ainda maior à situação. Enquanto brasileiros morriam, o governo anterior se preocupava em espionar a vida dos que investigavam as razões do genocídio em curso.

Quanto a mim, as informações do monitoramento somam-se às ofensas e às agressões que meus familiares e eu vivenciamos no triste período passado. Tranquiliza-me a certeza de que esse foi o preço a ser pago na defesa da democracia.

Por fim, fica patente que a eleição do presidente Lula, mais do que defender a democracia, significou restaurá-la.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *