NOTA PÚBLICA


A FUNDAÇÃO UNIVERSA foi contratada pelo Governo do Estado do Amapá para realizar concursos públicos para as Secretarias de Estado da Saúde e da Educação e para o Corpo de Bombeiro Militar. A contratação, aprovada pela Procuradoria do Estado do Amapá, foi baseada em dispensa de licitação prevista legalmente, como tem sido usual nas contratações das maiores organizadoras nacionais de concursos públicos. Neste campo, aliás, a FUNDAÇÃO UNIVERSA tem notoriedade e expertise reconhecidas por dezenas de clientes e milhares de candidatos, nunca tendo sido alvo de acusações que toldem a sua imagem de competência e lisura. Por sua natureza, a contratação nada tem de “nebulosa”, uma vez que os certames ocorrerão por total conta e risco da FUNDAÇÃO, em nada onerando o Estado. Pelo contrário, trará recolhimento ao Erário estadual caso o número de inscritos ultrapasse as previsões.

A FUNDAÇÃO UNIVERSA é uma instituição extremamente comprometida com a transparência e ética em suas atividades e jamais foi acusada de qualquer ilícito. Nunca foi citada por qualquer investigação da Polícia Federal, no Estado do Amapá ou em qualquer parte do Território Nacional. Não teve “alguns membros presos na Operação Voucher”. Apenas o funcionário citado em notícia de 21/03/12 – que à época era funcionário e hoje não mais pertence aos quadros da entidade – foi detido por seu envolvimento com empresas que nunca tiveram relação com a FUNDAÇÃO UNIVERSA.

A FUNDAÇÃO UNIVERSA assegura a todos os candidatos inscritos no concurso do Corpo de Bombeiro Militar – com provas a serem realizadas no próximo domingo –, bem assim aos que se inscreverem nos próximos certames, toda a segurança na sua execução e nos seus resultados, garantindo a cada um o constitucional direito à justa equidade da seleção.
Brasília, 21 de março de 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *