Nova coordenação: Grupo Gestor da Justiça Restaurativa do TJAP alinha ações para 2024

O Grupo Gestor da Justiça Restaurativa (NUPEJURE) do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), em reunião realizada na sexta-feira (23), na sede do TJAP, alinhou as ações para 2024. Na oportunidade, que contou com a presença de magistradas e servidores, a titular da Vara da Infância e Juventude de Santana, juíza Larissa Antunes, foi anunciada como nova coordenadora do NUPEJURE. Ela sucede a titular do 3º Juizado Especial Cível Central de Macapá, juíza Nelba Siqueira, na função, que exerceu por quatro anos, desde a criação da unidade especializada do Poder Judiciário.

Com o propósito de fomentar a cultura de paz, o NUPEJURE, criado em 2020, desempenha um papel fundamental na orientação das ações dos Centros de Justiça Restaurativa (Cejure’s) das unidades judiciárias do Amapá. O Grupo Gestor alcançou importantes avanços na implementação de programas e iniciativas que visam promover a cultura de paz e a restauração de vínculos na sociedade.

Além das magistradas Nelba Siqueira e Larissa Antunes, participaram da reunião as juízas da 3ª Vara de Família, Órfãos e Sucessões de Macapá, Joenilda Lenzi; titular do Juizado da Infância e Juventude de Macapá – Área de Atos Infracionais de Macapá, Gelcinete Lopes (que coordenada o Cejure da capital amapaense); titular da 1ª Vara Cível e de Fazenda Pública de Santana, Aline Perez e titular do Juizado Especial Cível de Santana, Carline Negreiros (coordenadora do Cejure Santana), e também servidores do TJAP que trabalham na Justiça Restaurativa no Poder Judiciário.

Na oportunidade, foi feita uma linha do tempo sobre as ações e avanços do NUPEJURE ao longo dos quatro anos de atividades. Além do alinhamento do cronograma de ações para 2024, foi apresentado ainda o Relatório de Gestão do Grupo Gestor e estabelecido o Plano de Metas da unidade.

Na ocasião, também foi feita uma homenagem à juíza Nelba Siqueira, que recebeu uma Placa de Agradecimento pelos relevantes serviços prestados no âmbito da Justiça Restaurativa desenvolvida pelo TJAP.

“Celebramos o final deste ciclo de quatro anos de gestão da coordenação do órgão gestor e estou feliz com os resultados obtidos neste período. Saio com o sentimento de dever cumprido e agradeço aos magistrados e servidores que se empenharam conosco nessa tarefa”, comentou a juíza Nelba Siqueira.

“Espero continuar o trabalho de excelência desenvolvido pela equipe, antes coordenada pela Doutora Nelba Siqueira. Somos todos construtores de toda essa política de Justiça Restaurativa. Portanto, minha expectativa é dar seguimento às atividades e impulsionar cada vez mais a prática da cultura da paz no Amapá”, pontuou a juíza Larissa Antunes.

– Macapá, 23 de fevereiro de 2024 –

Secretaria de Comunicação do TJAP
Texto: Elton Tavares
Fotos: Serginho Silva
Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *