O bom lado da Força no trabalho


Algumas manhãs no trabalho são especialmente calorosas. Adoro as segundas porque volto a me encontrar com meus queridos colegas jornalistas, os quais devoto muito respeito e certa paciência.

Respeito, pois sei que se trata de profissionais, com diploma ou não, mas que amam seu trabalho e fazem de tudo para sempre melhorar. Paciência, pois nem sempre somos reconhecidos, sequer elogiados, por superiores.

Mas esta semana me fez pensar um pouquinho. Meu chefe não se sentiu bem na terça-feira e foi embora no meio do expediente. Entende-se por meio do expediente justamente o meu horário de saída. Como não somos muitos e há trocentas coisas a fazer todo dia, resolvi ficar um pouco mais para ajudar.

E por que alguém faria isso, se vai ter mais trabalho, nenhum elogio e sequer uma folga? Porque o lado bom da Força está em usá-la quando necessário, por um bem maior – às vezes até acima do seu próprio.

Meu chefe continua doente e ainda está sem data para retornar. E eu continuo indo trabalhar sem hora para voltar (ui! Até rimou!).

‘Nós não fazemos ideia de como vamos suportar… e então percebemos que somos mais fortes que isso’.

Darth J. Vader

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *