O Brasil, felizmente, tem jeito, sim!

As manifestações deste sábado (29), contra o governo Bolsonaro, foram um banho de água, não fria, mas quente, quentíssima, para aquecer os ânimos de tantos, entre nós, que vivem repetindo que o Brasil não tem mais jeito.

Mas tem, sim.

O Brasil e os brasileiros – em sua grande maioria, vale dizer – parecem estar acordando, aos poucos, do pesadelo de ver que o País, mesmo patinando num enorme atoleiro, ainda tem condições de resgatar-se desse lodaçal e voltar a olhar para novos horizontes e seguir em frente.

Em todo o País, tivemos imagens como essas que vemos nas fotos que o Espaço Aberto pinçou e selecionou em vários sites.

São imagens que expressam indignação contra o desgoverno, contra a irresponsabilidade, o negacionismo, o fascismo – enrustido e/ou escancarado – que nos ameaça e o golpismo que alimenta os mais tenebrosos desejos de um segmento sectário da população.

Mas também são imagens que expressam, indubitavelmente, a disposição de a grande maioria da população buscar alternativas que proporcionem ao país consolidar um pacto político capaz de segregar o fanatismo nocivo, para que a democracia possa prevalecer.

E democracia, fique bem claro, comporta divergências, embates, confrontos e dissensos. Mas dentro dos estritos limites constitucionais.

Já o fanatismo, ao contrário, defende pautas próprias, em regra violadoras de preceitos constitucionais mínimos e, portanto, afrontosas à democracia. Por isso é que precisa ser segregado, proscrito e criminalizado.

Tomara que as manifestações de ontem sejam a semente de amanhãs mais animadores.

Fonte: Espaço Aberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *