O colapso que Mandetta previu se confirma. Mas o ministro da Saúde ainda clama por mais informações.

Vejam na imagem.

Observem a data de matéria que foi ao ar no dia 20 de março, no portal de O Globo.

Mandetta, então ministro da Saúde e ainda desfrutando, mais ou menos, das boas graças de Bolsonaro, fez essa previsão.

E olhem o que estamos vendo.

Observem o grau da tragédia que está sendo – no Rio, em Manaus, em Fortaleza, em Belém, todas vivendo as consequências, horríveis, dramáticas e aterradoras, do colapso no sistema de saúde.

Em que se baseou o então ministro para fazer essa previsão que se mostra, infelizmente, absolutamente comprovada?

Em informações. Em dados. Em projeções matemáticas.

São essas as informações que tanto quer o novo ministro da Saúde, Nelson Teich?

Ele fala todo dia que é preciso colher informações para combater esse vírus.

Que nada!

As informações objetivas para que ele possa agir já estão disponíveis.

Então, que aja! E aja urgentemente!

Quanto às informações sobre o combate clínico ao vírus, essas ainda estão sendo processadas por milhares de especialistas em todo o mundo, inclusive os que pesquisam alternativas medicamentosas e a vacina.

O que espera, então, esse novo ministro para agir?

Espera alguma opinião mais abalizada de Olavo de Carvalho, que já se manifestou, dizendo que essa pandemia não passa de conversa fiada?

Fonte: Espaço Aberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *