O louco e o anjo – Belo texto de Osmar Júnior

anjo

Há dias que conversamos e não tenho certeza de sua existência, mas acho que isso não faz diferença pra você, pois se sua missão for de proteção, amor e justiça, minhas incertezas permitirão que eu te busque, mesmo às vezes achando que é um lado do meu cérebro conversando com o outro.

Mas não vou desistir de falar com você, isso seria desconstruir dentro de mim uma antiga relação, ou ideia. E as ideias se ligam no plano dimensional como foi ensinado por Jesus, o que liga embaixo, liga em cima.

Sou motivado um pouco por vícios humanos, algum materialismo e outras coisas medíocres que esse corpo pede, é insignificante o que faço diante da loucura do mundo. Eu acho que não posso saber de toda verdade sobre as suas verdades, mas vou acreditar naquilo que meu coração sente, e chamar por você sempre que me sentir em desgraça, ou quando eu ficar feliz e grato.

sonho (1)

Dentro de mim imagino você, fora de mim te vejo nas árvores e nos pássaros, na música e nas estrelas. Às vezes creio na saudade, e ela fala em voltar para o Sol. Pedacinhos, mil pedacinhos de Sol somos, seria ideal, ou no mínimo divino se fosse assim.

Nem todo mundo entende as mensagens, sinais, gravuras, acontecimentos; sua linguagem além de midrash, pra mim, é puramente arte, e está em duo na fala das pessoas; consigo ouvir você e consigo infelizmente ouvir outros que são sarcásticos.

Não quero ficar feito louco por aí achando que minha verdade é a única; só quero uma fórmula de viver e morrer levemente, e quem sabe ser feliz com você até o fim dos tempos, se é que o tempo tem fim.

Osmar Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *