O Paul McCartney é PHODA!

                                                                                             Por Elton Tavares

Um Deus do rock (um dos poucos que ainda andam na Terra)fez um show memorável ontem em São Paulo. A exemplo do que havia realizado em Porto Alegre (RS), o lendário Beatle Paul McCartney arrebentou em Sampa, durante a segunda apresentação da Turner “Paul McCartney – Up and Coming Tour” no Brasil. Ah, como eu queria estar entre aquelas milhares de pessoas.

Sir Paul McCartney subiu ao palco do Estádio do Morumbi acompanhado pela sua banda, com destaque para o baterista performático e tocou clássicos de sua carreira solo e, como não podia deixar de ser, dos mitológicos The Beatles.

Para o delírio do público paulista, o britânico simplesmente detonou. McCartney tocou e cantou sucessos como: “Band on the Run”, “Ob-La-Di Ob-La-Da”, “Let It Be”, “Live and Let Die”, “Hey Jude”, “My Love”, Here Today”, “Something”, entre outras. Tudo acompanhada a plenos pulmões pela platéia, formada por coroas e jovens. Foi de arrepiar qualquer apreciador do velho rock and roll.

Paul fez média com a galera, ensaiou um português torto e engraçado várias vezes. Ele ainda homenageou a falecida esposa, Linda McCartney, John Lennon e George Harrison. Só não tocou no nome de Ringo Starr, mas para que né? Ringo sempre foi o patinho feio e ele ta vivo, chá para lá…

Ao final do espetáculo, debaixo de uma chuva de papel verde-amarelo picado e com a bandeira nacional em punho, Paul McCartney pegou um quedão, mas levantou rapidola. Nada vergonhoso para um mito.

Resumo da ópera, apesar da transmissão da Globo (que nunca cobre shows de rock como deveria), foi ducaralho. E com o perdão do próximo palavrão, o Paul McCartney é PHODA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *