O que seria de nós sem a Gilvana?

Jornalista Gilvana Santos
                                                                               Por Mariléia Maciel

 

A Gil é do tipo que faz falta em qualquer momento.

Tensos e decisivos:
– Na hora de tomar atitudes que podem mudar os rumos das coisas;
– Quando precisamos de uma opinião madura e sem paixões;
– Naqueles minutos em que estamos na beirada pra fazermos uma besteira e ela segura a nossa onda.

Tristes e desesperadores:
– Nos momentos que a gente acha que é o fim do mundo;
– Quando alguém querido se vai, se ela não conhecer, pode dizer que é a vida, que vai passar, que sente muito, e chorar junto por ser sentimental, mas nunca por falsidade. Se ela conhecer, com certeza chora a dor tão profundamente, que emociona a todos. Sinceridade.
– Quando perdemos uma competição, um jogo, uma eleição. Chora e jura por tudo que é mais sagrado que é injustiça e que vamos ficar tristes hoje, mas amanhã daremos a volta por cima;

No trabalho:
– Briga com inteligência pelo bem do nosso trabalho;
– Sempre tem uma terceira opinião que define tudo;
– Está sempre disposta a dar uma força pra quem precisa…ôpa!! Menos nos dias de ressaca!
– Sabe conduzir o inimigo e quando menos se espera, já deu um bom cruzado sem que o maldito perceba; 
– Consegue dar conta do recado.   

Mas a Gilvana é boa mesmo, eficiente quando se fala em momentos alegres:

Elton, Gil e Mariléia tomando umas no show do Luiz Melodia – Chopperia da Lagoa (foto cortada para me aproximar das duas, pois a mesa tinha mais gente, rs)
– Alguém imagina uma mesa de bar sem a Gil?
– Sem ela as encarnações são muito leves;
– O Piratão levaria vantagem em cima das escolas da Zona Norte
– Os times também, o São José e o Santos não levariam vantagem nem de garganta;
– O Empório do Índio não teria brilho;
– É ela quem dá baile quando estamos extrapolando na cachaça;
– Mas não gosta muito de escutar quando é ela que merece o ralho. Só quando passa ela reconhece e jura que não vai repetir;  
– As mesas são mais alegres, a conversa é mais qualificada e as rusgas mais engraçadas!
– Quando tem que deixar a farra pra cuidar do André Luiz, sai, mas deixa todos felizes, pelo amor que tem por ele.

Essa é a Gilvana Santos, amiga, farrista e trabalhadora. Parabéns, amiga, e obrigada por deixar nossas vidas muito mais bacanas!! 

Meu comentário:

 

Ouvia falar do profissionalismo (fama) da Gil e também a enxergava em vários lugares de Macapá há tempos, conhecia “de vista”, como costumamos dizer por aqui.

Conheci essa figura, de fato (trocar idéias e tals) no início deste ano e gostei! Ela é uma profissional competente, além de muito gente fina!

Enfim, a Gilvana é uma pessoa espirituosa e inteligente. Adoro conversar com ela tomando uma cerveja. Ela sempre com um sorriso no rosto e uma boa sacada sobre as coisas. Enfim, toda essa rasgação de seda é só para dizer que adoro você Gil. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *