O retrato – Conto de Manoel do Vale

Homem triste de terno [retrato de John Lakeman pronto e pronto]
Conto de Manoel do Vale

Rita riu, quando viu. No quadro só havia a moldura. O retrato do marido sumiu. Melhor assim, ele estava triste naquele retrato. Terno preto, olhar distante, gomalina no cabelo, nem um sorriso.

Que bom que ele se foi. Poderia agora por uma foto sua, sorridente, com um vestido florido azul para combinar com o rosa suave da sala.

Rita foi à feira. Sacola de pano de companhia. Feijão vermelho seu predileto. Poderia agora levar uns cogumelos, marido se foi até do retrato.

Alface, rúcula, queijo da região, alho. Finalmente iria fazer sua salada preferida. A boca do marido não estava mais para reclamar do ardume da rúcula,da força do alho, da intolerância à lactose.

Sem o marido, Rita ficou muito bem na foto.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *