Observando

                                        Por Elton Tavares
Melhor do que tomar partido, de forma impulsiva, é observar. Aprendi isso a duras penas, o velho e difícil truque de escutar mais do que falar. Neste período político, as paixões tomam conta de muitos, pois as palavras saltam de suas bocas (e escritos de suas mãos) antes mesmo destes raciocinarem com bom senso.

Nestes tempos, alguns ficam efusivos, outros renegam seus passados recentes. Existem ainda aqueles que trocam de lado como trocam de roupa. Eu prefiro observar e continuar trabalhando direito, pois sou profissional e não partidário.

Sobre a atual situação do Pleito 2010, espero realmente que vença o melhor para o Amapá. Sobre os lados, tenho amigos nos dois, então prefiro me manter neutro e torcer para que vença o melhor, sobretudo, de forma limpa, prevalecendo a vontade do povo. Ah, ta bom, de vez em quando a gente tira um sarro aqui e ali, faz parte da coisa.

Aos que tiram barato da política, concordo desde que seja de forma inteligente e não falaciosa, pois se fosse tudo sério, não teria graça alguma. Sobre os xiitas apaixonados, cuidado.

Principalmente os pseudojornalistas, que deveriam somente informar e nunca manipular.Não digo para se calarem diante das coisas erradas, não, isso nunca. Falo dos que desvirtuam os fatos para puxar a sardinha para si, esses sim são crápulas.

Dia desses, li, em algum lugar que não lembro, a seguinte citação: “No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é…, e outras…, que vão te odiar pelo mesmo motivo…, acostume-se a isso… com muita paz de espírito…”.


Bom, é isso. Abraços na geral!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *