Organizações de defesa do meio ambiente realizam mutirão de limpeza na APA da Fazendinha

A Área de Proteção Ambiental (APA) da Fazendinha é uma Unidade de Conservação (UC) Urbana localizada entre os municípios de Macapá e Santana, na foz do Igarapé da Fortaleza e às margens do Rio Amazonas. A Área é totalmente formada por floresta de várzea, recebe influência das marés e, por estar na categoria de Uso Sustentável, é permitida a construção de moradia. A APA da Fazendinha abriga hoje um pouco mais de 3800 pessoas, a maioria das casas é construída em madeira sobre pontes e a comunidade já enfrenta alguns problemas típicos das cidades, o lixo é um deles.

Por não haver um planejamento adequado da destinação dos resíduos sólidos, parte do lixo vai parar no rio e se acumula por debaixo das pontes e casas. Surgem algumas lixeiras viciadas, o que atrai animais como urubus, cães e até ratos. Para reduzir este problema, o Instituto Socioambiental Cumaú, o Instituto Mapinguari e a Barassi Consultoria reuniram esforços para organizar uma experiência piloto de gestão de resíduos sólidos na comunidade da APA da Fazendinha. O projeto é financiado pelo Fundo Socioambiental Casa e consiste em Mutirão de Limpeza, uma Oficina de Gestão de Resíduos para jovens e elaboração de um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos para a comunidade.

Para Nerivan da Silva, Presidente do Instituto Socioambiental Cumaú, o projeto é importante para organizar o descarte do lixo produzido na comunidade e dar uma destinação mais apropriada. A oficina terá o objetivo de reforçar a importância da destinação correta do lixo e o mutirão objetiva a sensibilização comunitária. Além disso, o projeto deixará de legado um contentor e 25 lixeiras no interior da comunidade que facilitarão o início da implementação do Plano de Gestão de Resíduos.

O Mutirão de Limpeza da APA da Fazendinha ocorrerá no próximo sábado, dia 15 de junho, de 08:00 às 14:00. A ação será aberta a toda a comunidade e voluntários, e contará com o apoio da Prefeitura de Macapá, Associação de Guarda Parques, ONG Crianças que Brilham, UEAP e CEAP.

Assessoria de comunicação do Instituto Mapinguari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *