Orgulho: conto da escritora amapaense Alcinéa Cavalcante integra antologia lançada no Museu do Louvre, em Paris (FRA)


O conto “La Pierre enchantée” de autoria da poeta, jornalista e escritora amapaense, ela é imortal da Academia Amapaense de Letras (AAL), além de querida amiga deste editor, Alcinéa Cavalcante integrou a antologia “Les Plus Belles Oeuvres de ce Siècle”, lançada na última sexta-feira (20), no Museu do Louvre, em Paris (FRA).

A publicação também será lançada nesta terça-feira (23), no Museu do Perfume, na cidade de Marrakesh (MAR).

“Les Plus Belles Oeuvres de ce Siècle” é a segunda antologia em francês, editada pela Divine Académie, a publicar as obras de Alcinéa. A primeira foi “Ainsi écrivent les brésiliennes”, lançada em 2015, no Salão do Livro de Paris.

Além destes feitos, a querida escritora teve seu conto “A pedra encantada do guindaste” publicado na Antologia “As Melhores Obras deste Século”, em 2017. O mesmo escrito também faz parte das publicações antologia “Vozes Portuguesas”, do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa, que será lançada dia 26 de maio do ano passado, em Odivelas (Portugal) e Antologia “Lindas Lendas Brasileiras”, de 2014.

Só orgulho da querida amiga Alcinéa.

Alcinéa é “PHO – DA”! Assim mesmo, com PH, silabicamente e em caixa alta. E esse foi mais um de seus feitos. Além disso, é uma das melhores jornalistas do Amapá. Tenho muito orgulho de ser seu amigo. Meus parabéns à escritora, que representa a literatura do Amapá nacional e internacionalmente. Orgulho de ti, Néa. Parabéns!!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *