OS CUIDADOS ETÍLICOS PARA A FOLIA DE MOMO

                                                                Por José Marques Jardim

 

Sei que a desculpa é esfarrapada, mas andava sem tempo de escrever para o blog. Agora que consegui me organizar pretendo que nos falemos toda semana. Gente, o carnaval chegou então… e essa é aquela época em que todos ficam loucos e saem bebendo tudo por aí; de acordo com o grau etílico vale tudo para aumentar ainda mais o efeito que desemboca no “delirium tremens”, que considero o limite da coisa.
É bom evitar esse estágio, pois aí só existe prejuízo; você não fala mais nada com nada, não consegue andar, é uma mer…. Vamos brincar a valer com certa responsabilidade, pelo menos aquele de voltar para inteiro e com o carro inteiro também. Para os apreciadores dos efeitos etílicos vou dar algumas dicas amigas para evitar o efeito negativo desta relação de amor e ódio.

Em primeiro lugar coma gordura, camarada. A gordura forra o estômago e evita a irritação das mucosas que ficam nas paredes deste órgão tão maltratado pelo álcool. Só tome cuidado com o exagero; fritura demais irrita seu estômago da mesma maneira que o álcool faria. Um bom queijo com azeite de oliva resolve a parada.

Em segundo, manter-se hidratado é fundamental. A falta de água no organismo é um dos efeitos mais devastadores da ressaca. Com o corpo devidamente hidratado a circulação funciona melhor e o fígado faz sua função de desintoxicar o sangue com mais eficiência. Lembre-se o álcool é diurético, e por isso obriga o corpo a produzir mais urina do que o normal, já prestou atenção? Por isso tente recolocar a mesma quantidade de água que saiu; isto significa que para cada meia hora de bebida e uma ida ao banheiro, tome um copo de água.

Escolha o que vai beber. Todas contém impurezas e toxinas. Na regra geral do bom bebedor, quanto mais vagabunda a bebida que você consome, maior a concentração de porcarias. A saída é evitar bebidas de qualidade duvidosa. Se a idéia é ficar bêbado execute-a com bebidas de boa origem.

E por fim, evite os remédios que prometem acabar com a ressaca e dor de cabeça. Aspirina, por exemplo, ataca o estômago e agrava ainda mais os sintomas da ressaca. O Tylenol misturado ao álcool presente no organismo é uma bomba para o fígado. Se insistir em tomar pílulas, prefira os suplementos multi-vitamínicos para desintoxicar.

Fechando a tampa, se for beber mesmo leve aquele amigo, parente, conhecido ou coisa que o valha, desde que ele seja careta de pai e mãe e saiba dirigir, assim evitaremos problemas bem maiores do que a ressaca.ah, ia esquecendo: QUANDO LEVAR A CAMISINHA, USE-A!!!

Dito isso, bom carnaval, TIM TIM, e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *