Bacana => Os heróis anônimos que não são notícia – Por @emiliagb

20160110_164042

Machado, Caranguejo, Jhonatan, Magrão e Bio. Facção Abutres Macapá. Foto: Emília Borges

Por Emília Borges

Domingo, 10, aconteceu um incêndio no bairro Ypê, Zona Norte da cidade de Macapá. Muita gente viu essa matéria nos noticiários locais. Mãe e filha foram resgatadas da casa em chamas e a polícia estava a procura da suspeita de incendiar o imóvel. Fim da notícia. O supra sumo da desgraça já estava no ar, vamos a próxima.

O que muita gente não sabe é que na casa ao lado da que foi incendiada havia um grupo de amigos fazendo um churrasco e comemorando a mudança de um deles pra aquele bairro. Logo que o fogo começou – e as vizinhas começaram a gritar pedindo socorro – o grupo de amigos correu para ver o que estava acontecendo e ao perceber a fumaça e o desespero das mulheres que diziam haver gente dentro da casa os rapazes começaram a ação de salvamento. Pegaram pernamanca (pedaço grosso de madeira) e tentaram arrombar a grade de ferro da porta que estava trancada com um cadeado grande pelo lado de fora.

Demoraram um pouco para retirarem a grade e ainda que o fizessem com agilidade era impossível tirar as vítimas por ali. A sala estava tomada pelo fogo. Acharam uma pequena janela no fundo do imóvel e lá viram filha e mãe pedindo ajuda. A mãe, Eva Costa, protegia a menina do fogo e, enquanto os rapazes quebravam o telhado e o forro da casa, ela pedia pra salvarem a filha dela. Primeiro a filha saiu, depois a mãe.

Em meio a agonia, os vizinhos foram chegando e trazendo baldes com água para apagar o fogo. O Corpo de Bombeiros não demorou muito pra chegar, mas quando chegaram no local as vítimas já haviam sido salvas e o incêndio contido.

Ninguém noticiou a ação dos rapazes, nem a polícia investigativa os interrogou para saber como tudo aconteceu.

Pessoas comuns arriscando as vidas para salvarem outras pessoas deve ser notícia sim, é pauta positiva, é bom exemplo. É restauração da fé na humanidade, não é assim que diz o bordão?

Ah, o encontro dos amigos era uma reunião da Facção Abutres Macapá. Abutres é um motoclube reconhecido internacionalmente que tem como umas de suas filosofias a atitude e a responsabilidade social.

Finalizando, informamos que Eva Costa, a mãe, está em estado grave no Hospital de Emergência, teve cerca de 70% do corpo queimado. O incêndio foi criminoso motivado por ciúmes, de acordo com informações de vizinhos que criaram um grupo no whatsApp pedindo Justiça para Eva. A autora se apresentou à polícia e aguarda o desenvolvimento das investigações em liberdade.

Fonte: Blog Tu Jura?

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*