Os mineiros da floresta (via blog da @alcinea)

Professor e pesquisador Adalberto Paz lança na próxima semana, dia 2 às 19h no Centro Cultural Franco Amapaense, seu livro “Os mineiros da floresta: modernização, sociabilidade e a formação do caboclo-operário no início da mineração industrial amazônica”.
 
O livro analisa as transformações socioculturais relacionadas à instalação do primeiro grande projeto de mineração na Amazônia, ou seja, a exploração das minas de manganês do Amapá, entre as décadas de 1940 e 1960, enfatizando como populações voltadas essencialmente para o extrativismo foram incorporadas à lógica capitalista do trabalho regular, hierarquizado e assalariado. Nesse empreendimento, a construção de duas “cidades-operárias” (Serra do Navio e Vila Amazonas), no interior da floresta amazônica, ambicionava a formação de um tipo específico de trabalhador e de família, forjando comunidades orientadas pela busca da harmonia entre capital e trabalho.
 

 

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*