Palestrantes do IV Festival Quebramar

O IV Festival Quebramar contará com a participação de inúmeros profissionais de diferentes setores sociais, para discutir e compartilhar ideias relacionadas ao cenário cultural brasileiro. Serão seis dias de atividades intensas, que permeiam temas relacionados a Políticas Públicas Culturais, Cultura Digital, Mercado Musical, Economia Criativa, entre outros. Conheça alguns protoganistas que fazem parte da programação do Quebramar 2011.
                                                                    Ivana Bentes (RJ) 
09/12- PALESTRA
10h- Economia Criativa – Industrias Criativas e Industrias Culturais
Local: Auditório da Fortaleza de São José
É ensaísta, professora, curadora, apresentadora de TV e pesquisadora acadêmica brasileira, atuante na área de comunicação e cultura, com ênfase nas questões relativas ao papel da comunicação, da produção audiovisual e das novas tecnologias na cultura contemporânea. Graduada em Comunicação Social (1986), concluiu o mestrado, com a tese Percepção e Verdade: da Filosofia ao Cinema (1991), e o doutorado em Comunicação, com a tese Cartas ao Mundo: Teoria e Biografia na obra de Glauber Rocha (1997), sempre na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde é professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura e Diretora da Escola de Comunicação desde 2006. É autora de Cartas ao Mundo: Glauber Rocha (organização e introdução, publicado pela editora Companhia das Letras, 1997) e Joaquim Pedro de Andrade: a revolução intimista (Editora Relume Dumará, 1996). É co-editora das revistas Cinemais: Cinema e outras questões audiovisuais e Global (Rede Universidade Nômade).
                                                              Gabriela Agustini (SP)
11/12- Debate
15h – Democratização do Conhecimento e Cultura Digital

Local: Auditório da Fortaleza de São José de Macapá

Jornalista da FLi Multimídia, trabalha no desenvolvimento de projetos que usam as novas tecnologias para transformações sociais e promoção da cidadania. É editora de conteúdo do Fórum da Cultura Digital Brasileira, colaboradora do Global Voices Online e do projeto Haiti.Org.

                                                               David McLoughlin (IRL)

11/12- Palestra

10h – Alternativas para Exportação da Música da Amazônia

Local: Auditório da Fortaleza de São José
Ex-diretor internacional de gravadoras como MCD, Atração e Sum Records, David McLoughlin (IRL), trabalhou durante anos na loja Tower Records, em Londres, onde importava música brasileira para vender na Europa e atuou como gerente de exportação da Trama. Também foi responsável pela participação de selos nacionais em lojas digitais no mundo inteiro. Atualmente é gerente do projeto de exportação Música do Brasil, executado pela BM&A e APEX-Brasil.
                                                            Delson Cruz (PA)
06/12- Mesa de Abertura
19:10h- Políticas Públicas para a Cultura e o Custo Amazônico
Local: Centro de Difusão Cultural Azevedo Picanço
Chefe da Regional Norte do Ministério da Cultura.
                                                                      Vera Kikuti (SP)
10/12- Bate Papo Livre
14h- Os Rumos do Metal no Brasil
Local: Auditório da Fortaleza de São José
Agente, empresária e jornalista trabalha junto a grandes bandas brasileiras, como: Sepultura, Krisium, André Matos, Korzus e Torture Squad. Como jornalista é colaboradora e tradutora da revista Guitar Player.
                                                            Marcelo Damaso (PA)
10/12
16h- Rodada de Negócios Local: Auditório da Fortaleza de São José
Jornalista e realizador de um dos maiores festivais do país, o Festival SeRasgum (PA), é também colaborador da Revista Noize e Billboard.
                                                             Vladimir Cunha (PA)
08/12- Oficina

14h- APRENDA A LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA

Local: AUDITÓRIO MUSEU DA IMAGEM E DO SOM (2º PISO DO TEAO DAS BACABEIRAS)

É figura respeitada país afora por conta de seu trabalho como jornalista e documentarista. Começou sua carreira colaborando em revistas como Bizz, Superinteressante, Herói, Sexy e, mais recentemente, Rolling Stone, Piaui e Billboard. Trabalhou também como diretor e roteirista no quadro Brasil Total, exibido aos domingos no Fantástico, de onde tirou experiência e confiança necessárias pra pensar em co-dirigir os documentários As Filhas da Chiquita, com Priscilla Brasil, e Brega S/A, com Gustavo Godinho. Seus últimos trabalhos no audiovisual foram dirigindo e roteirizando os programas Discoteca e Gordo Visita, da MTV Brasil, e a série Brasileirão Petrobras, exibida na internet e na ESPN Brasil.

                                                                Renato Reis (PA)
07/12- Oficina
 10h- Oficina de Fotografia
Local: Auditório do MIS (2º Piso do Teatro das Bacabeiras)
É considerado o fotógrafo mais atuante na cena musical independente brasileira, desde 2004 percorre Festivais de música no Pará, Acre, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, documentando cenas e bandas.

Festival Quebramar 2011

O Festival Quebramar já se tornou um dos marcos da cultura amapaense. Em 2011, acontece pela quarta vez e mantém o caráter de ser um dos grandes difusores da nova música brasileira. Após quatro anos, o Quebramar cresce ainda mais e na edição deste ano é apresentado pelo Ministério da Cultura, Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural na seleção de festivais de música, com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e Governo do Estado do Amapá. Tem também patrocínio da Companhia Docas de Santana e do Banco da Amazônia. Filiado à Associação Brasileira de Festivais Independentes (Abrafin), conta também com o apoio da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Toque no Brasil. Realização Coletivo Palafita, Circuito Fora do Eixo, Ministério da Cultura e Governo Federal.
A quarta edição do Festival Quebramar acontecerá de 06 a 11 de dezembro, na Fortaleza de São José de Macapá, uma das sete Maravilhas do Brasil, no Centro de Difusão Cultural Azevedo Picanço e Museu da Imagem e do Som MIS/AP com uma programação voltada para as Artes Visuais, Literatura, Teatro, Audiovisual, Música e outros, compreendendo assim, múltiplas facetas da cultura jovem e urbana amapaense, fortalecendo-a no estado e debatendo os novos rumos de sua produção.
Dentre as atrações musicais deste ano estão: Pepeu Gomes (BA), Teatro Mágico (SP), Violentango (ARG), Júpiter Maçã (RS), Autoramas (RJ), Torture Squad (SP), Aíla (PA), Plastique Noir (CE), Strobo (PA), Elisa Maia (AM), Beradelia (RO), Tucumanos (AM), Karol Conká (PR) e mais 20 grupos locais.
Serviço:

IV Festival Quebramar
Data: 06 a 11 de dezembro
Local: Centro de Difusão Cultural Azevdo Picanço, Museu da Imagem e do Som- AP e Anfiteatro da Fortalza de São José de Macapá
Entrada gratuita em todas as atividades–
Karen Pimenta
(96) 8127-8495/ 3225-1281
@karenpimenta_
skype: karenpalafita
 msn:
karensantospimenta@hotmail.com
Coletivo Palafita | Ponto Fora do Eixo – Macapá (AP)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *