Parceria do MP-AP com a PRF vai integrar órgãos de inteligência para combater a criminalidade

A atuação conjunta do Ministério Público do Amapá (MP-AP) e Polícia Rodoviária Federal no Amapá (PRF/AP) será intensificada a partir da integração dos órgãos de inteligência das duas instituições para combater o crime organizado no Estado. A cooperação interinstitucional, firmada em 2018, foi reafirmada e será intensificada a partir dos entendimentos mantidos pela procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, com o superintendente, Aldo Balieiro Machado, em reunião realizada na Superintendência Regional da PRF/AP, nesta quarta-feira (2).

No encontro, as ações a serem realizadas em parceria foram definidas com a participação da coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/AP), Andréa Guedes, acompanhada dos promotores de Justiça Socorro Pelaes e Rodrigo Viana, que integram o Grupo, e com participação, pela PRF/AP, do superintendente executivo, Pedro Beraldo, do assessor da Corregedoria, Rondimilson Amaral, do analista Jurídico, Fellipe Ramos, e de integrante da inteligência da instituição.

Aldo Balieiro concordou com a coordenadora do Gaeco/AP, Andréa Guedes, de que somente unindo forças será possível fazer frente à criminalidade. Ele destacou que a Superintendência do Amapá é uma das mais eficientes do Brasil na apreensão de drogas e reforçou que a PRF/AP está à disposição para atuar junto com essa força-tarefa que o MP-AP está buscando.

“O Ministério Público é assim, um órgão mediador, por isso estamos procurando ampliar essa integração para o fortalecimento das ações conjuntas, enquanto instituições do sistema de segurança”, manifestou Ivana Cei.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *