Parceria do MP-AP com a Rede Amazônica leva mensagem de prevenção ao suicídio para toda a região Norte

O vídeo “Viver é a melhor opção” (assista clicando aqui) de prevenção ao suicídio e valorização da vida desenvolvido pelo projeto AtuAção Pela Vida do Ministério Público do Amapá (MP-AP) começou a ser veiculado na noite desta quinta-feira (10) pela Rede Amazônica para todas as praças da região Norte. Por ato da procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, a Assessoria de Comunicação buscou apoio da emissora em Macapá, afiliada a Rede Globo – canal 6.1, para fazer a divulgação.

A parceria foi firmada por meio de tratativas da assessora de Comunicação do MP-AP, Tanha Silva, com o diretor Executivo da Rede Amazônica no Estado do Amapá, Eduardo Fiore, que além de possibilitar a divulgação local, ampliou para que a mensagem contida no vídeo, com depoimentos reais de três jovens que compartilham suas experiências de vida, possa ser visualizada em todos os Estados onde a Rede Amazônica possui filiais.

“Um assunto tão delicado, merece nossa atenção, carinho, respeito e exige que sejamos mais receptivos com as pessoas. Para nós do Grupo Rede Amazônica, servir a Amazônia nos une e nos fortalece”, manifestou Fiore.

A PGJ falou da satisfação em saber que a emissora abraçou a causa. “Essa parceria com a Rede Amazônica demonstra a sensibilidade e responsabilidade social da emissora. Agradeço, em nome do Ministério Público pelo espaço cedido”, agradeceu Ivana Cei.

O vídeo foi lançado em 2019, pelo projeto Atuação Pela Vida, da Promotoria de Defesa da Saúde em parceria com a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM) e o Ambulatório de Atenção à Crise Suicida (Ambacs) da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Campanha “Setembro Amarelo”

Com o apoio da PGJ, a Ascom MP-AP também está produzindo e veiculando, diariamente, nas redes sociais oficiais da instituição, campanhas de conscientização e orientativas sobre o “Setembro Amarelo”. Até o final do mês, todas as ações do AtuAção pela Vida e do Setor de Saúde Ocupacional, voltadas para a saúde mental estarão sendo enfatizadas.

Na segunda quinzena deste mês, a campanha da Ascom vai ter como foco uma cartilha orientativa para os veículos de comunicação noticiarem os casos de suicídio. O objetivo é informar a abordagem adequada, fornecendo informações de maneira correta sobre o tema e como ajudar a identificar pessoas em risco e prevenir o ato suicida.

A cartilha que serve de base para a campanha foi fornecida pela psicóloga da Ambacs, Luana Nunes, baseada nos estudos de: Nunes (2018), Associação Brasileira de Psiquiatria (2014) e Organização Mundial da Saúde (2000).

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *